UOL Esporte Futebol
 
15/05/2010 - 18h04

Ponte Preta estreia em casa na Série B com vitória por 1 a 0 sobre o Paraná

Do UOL Esporte
Em Curitiba

Com um gol do atacante Reis, aos 7 minutos do primeiro tempo, a Ponte Preta obteve sua primeira vitória na Série B, ao derrotar o Paraná por 1 a 0, neste sábado. A partida, válida pela segunda rodada do campeonato, foi disputada no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.  O time paranaense perdeu a chance do empate, em um pênalti, cobrado por Luiz Henrique, que o goleiro Eduardo Martini defendeu, na etapa inicial.

O resultado impediu o Paraná de ingressar no G-4 da competição, o que aconteceria, se vencesse a partida. Em vez disso, a equipe tricolor despencou do quinto  para o décimo lugar, com 3 pontos. Com os 3 pontos somados a Ponte Preta chegou a 4 e subiu para a oitava posição.

O PARANÁ NO TWITTER

Na próxima rodada, o Paraná joga diante do Santo André, terça-feira, às 21h, na Vila Capanema.  A Ponte viaja para Salvador, onde enfrenta o Bahia, às 21h, no estádio de Pituaçu.

O jogo

O Paraná começou com forte marcação e tentando explorar os contra-ataques. A Ponte Preta, porém,  aproveitou a primeira oportunidade do jogo, aos 7 minutos. Vicente cruzou da esquerda para Reis, sem marcação, desviar e abrir o placar.

O time tricolor tentou reagir  e chegou a marcar aos 15 minutos, quando Leandro Bocão completou um cruzamento de Toscano. O árbitro, porém, anulou o gol, marcando impedimento.

Ao contrário do que pregava o técnico Marcelo Oliveira, o Paraná não conseguia atacar e passou a ser muito pressionado pela Ponte.

Aos 21 minutos, por pouco o time da casa não ampliou. Alex Santos cruzou da linha de fundo para Junai, que cabeceou para o gol. Irineu, em cima da linha, evitou o gol.

O Paraná teve a chance do empate, aos 37 minutos, num pênalti cometido por Vicente em Wanderson. O zagueiro Luiz Henrique cobrou à meia altura e o goleiro Eduardo Martini defendeu.

Apesar da vitória parcial, o técnico Jorginho mudou a Ponte no intervalo, trocando Pirão por Josimar e Otacílio Neto por Pablo Escobar. O time campineiro cresceu e criou as melhores chances de gols no segundo tempo. Em uma delas, aos 15 minutos, Alex Santos avançou livre, pela direita, e chutou com muito perigo, acertando a rede pelo lado de fora.

Já o time paranaense somente criou a primeira chance aos 32 minutos. Na cobrança de um lateral, André Luís lançou a bola na área e o zagueiro Luiz Henrique cabeceou no ângulo. Eduardo Martini, em grande defesa, evitou o empate.

 PONTE PRETA 1 X 0  PARANÁ

Ponte Preta
Eduardo Martini, Alex Santos, Diego Jussani, Naldo e Vicente; Pirão (Josimar), Tinga, Junai e Escobar; Reis (Eder) e Otacílio Neto (Pablo Escobar).
Técnico: Jorginho

Paraná
Juninho; Alessandro, Luiz Henrique e Irineu; João Paulo, Ives (André Luís), Chicão, Wanderson (Walderi) e Gilson; Leandro Bocão (Somália) e Marcelo Toscano.
Técnico: Marcelo Oliveira

Data: 15/05/2010 (sábado)
Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas
Árbitro: Cláudio Francisco Lima e Silva (SE)
Auxilares: Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Ivaney Alves de Lima (SE)
Público: 3.266 pagantes
Renda: 31.930
Cartões amarelos: Pirão, Eduardo Martini, Diego Jussani (Ponte); Luiz Henrique, Ives, Chicão (Paraná)
Gols: Reis, aos 7 minutos do primeiro tempo.

 

 

 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host