UOL Esporte Futebol
 
10/08/2010 - 23h45

Duque de Caxias vence no fim, respira e 'coloca' Braga na zona de descenso

Do UOL Esporte
Em São Paulo

Com um gol de pênalti aos 43min da etapa final, o Duque de Caxias manteve a escrita de não perder no estádio Engenhão nesta Série B e venceu o Bragantino pelo placar de 2 a 1, nesta terça-feira, respirando um pouco na tabela da competição e ‘empurrando’ o time de Bragança Paulista para a zona de rebaixamento, após 13 rodadas disputadas. 

“Essa parada da Copa do Mundo foi fundamental para arrumar o grupo”, analisou Somália, autor do único gol da partida. E de fato, o atacante tem razão. O Duque de Caxias confirma cada vez mais a considerável evolução que teve após o período de disputa da Copa do Mundo. Isso porque 12 dos 15 pontos que possui na tabela foram conquistados depois da competição internacional. 

Antes do Mundial, o aproveitamento foi de 14% (em sete jogos), enquanto depois dele a porcentagem é de cerca de 66% (em seis partidas). O Duque de Caxias chega a sua quarta vitória no Engenhão e agora é o 14º colocado, enquanto o Bragantino, com 13 pontos, cai para 17º, sendo ultrapassado por Sport, Santo André e pelo próprio Duque.

Muito recuado em campo, o Bragantino sofreu com sua excessiva retranca logo aos 6min de jogo, assistido por 193 pessoas no Engenhão. O experiente atacante Somália aproveitou cruzamento de Marquinho, subiu mais que a zaga e mandou com força de cabeça para as redes, abrindo o placar.

Aos 20min, o Bragantino chegou pela primeira vez com perigo ao gol adversário. Sílvio recebeu pela direita dentro da área e bateu rasteiro, carimbando a trave direita do gol de Erivelton. O jogo seguiu até o final do primeiro tempo com o Duque de Caxias melhor, mas nenhuma outra chance de perigo de nenhum dos lados.

No segundo tempo, o Bragantino voltou com mais força ofensiva, e Marcelinho passou a incomodar a defesa do Duque de Caxias. Aos 15min, o atacante bateu cruzado da entrada da área e mandou a bola muito perto da trave esquerda. E na próxima, Marcelinho não perdoou.

O jogador recebeu pela direita, deu dois cortes desconcertantes na defesa do time fluminense e encheu o pé; a bola foi em cima do goleiro Erivelton, que não conseguiu evitar o gol por causa da força do chute de Marcelinho. Tudo igual no Engenhão, aos 20min, fato este que serviu para deixar o jogo totalmente aberto, pelo menos nos minutos seguintes.

O goleiro Gilvan, do lado do Bragantino, começou a se destacar com belas defesas. Quando o jogo se encaminhava para o final, o árbitro viu um empurrão dentro da área e pênalti a favor do Duque de Caxias. Na cobrança, Alexandro deslocou Gilvan e colocou o Duque de Caxias novamente à frente no placar, aos 43min. Depois, foi só segurar o resultado por mais seis minutos e comemorar a vitória.

"Nosso objetivo é estar lá no G-4, buscando a primeira divisão, e vamos continuar batalhando e jogando bem fora e dentro de casa. Agora temos um jogo difícil contra a Ponte Preta e vamos buscar os três pontos lá [em Campinas], afirmou o atacante Alexandro, ao final da partida.

DUQUE DE CAXIAS 2 x 1 BRAGANTINO

DUQUE DE CAXIAS
Erivelton; Marquinho, Marlon, Edson e Gleidson; Amaral (Alexandro), Leandro Teixeira, Mancuso e Leandro Chaves; André Luis e Somália (Léo Guerreiro)
Técnico: Gilson Kleina

BRAGANTINO
Gilvan; Junior Lopes, Andre Astorga e Everaldo; Murilo Silva, Francis (Elton), Eder, Lucio (Luciano Sorriso) e Nêgo; Marcelinho (Léo Jaime) e Silvio
Técnico: Marcelo Veiga

Data: 10/08/2010 (terça-feira)
Local: estádio do Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Auxiliares: Guilherme Dias Camilo e Helberth Costa Andrade (ambos de MG)
Público: 193 pagantes
Renda: R$ 4.780,00
Cartões amarelos: Leandro Teixeira, Somália (Duque de Caxias); Marcelinho, Francis, Nego, Astorga (Bragantino)
Gols: Somália, aos 6min do primeiro tempo; Marcelinho, aos 20min, Alexandro, aos 43min do segundo tempo

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host