UOL Esporte Futebol
 
10/08/2010 - 23h45

Embalada, Ponte Preta vence lanterna e segue invicta no pós-Copa

Do UOL Esporte
Em São Paulo

Ainda sem perder depois da Copa do Mundo, a Ponte Preta fez valer seu favoritismo e venceu o lanterna Vila Nova por 2 a 1 em Goiânia na noite desta terça-feira, no fechamento da 13ª rodada da Série B. William, ex-atacante do Grêmio, marcou os dois gols dos campineiros, ambos em cruzamentos do lateral-esquerdo Bruno Colaço. Roni descontou

Depois de flertar com a zona de rebaixamento nas primeiras rodadas, a Ponte segue invicta no pós-Copa. O time comandado por Jorginho soma quatro vitórias e dois empates em seis partidas, tendo vencido seus três últimos compromissos, contra Santo André, Bragantino e Vila Nova. Com isso, subiu para a nona colocação, com 20 pontos, a apenas quatro do G-4.

Já o Vila Nova segue seu calvário na Série B. Com o pior ataque (só seis gols em 13 jogos), a pior defesa, 11 derrotas e apenas uma vitória na competição, a equipe goiana já vê de perto a possibilidade de jogar a Série C em 2011 e não reencontrar seus rivais Goiás e Atlético-GO, que também flertam com o rebaixamento, mas na primeira divisão.

Para tentar mudar o panorama da equipe, o técnico Roberto Cavalo promoveu de uma só vez cinco alterações em relação ao time do Vila Nova que perdeu para o Brasiliense na rodada passada. As mudanças não surtiram efeito e o time alvirrubro não empolgou os 973 torcedores que pagaram ingresso para ver o lanterna em campo no Serra Dourada.

A Ponte Preta, que não tinha nada a ver com os problemas dos goianos, aproveitou para fazer o placar com tranquilidade. Aos 40min do primeiro tempo, Bruno Colaço cruzou da esquerda e William só completou para o gol.

Aos 10min da segunda etapa, a jogada se repetiu e o camisa 9, formado no Santos, recebeu da esquerda para marcar com a ponta do pé o seu quinto gol na Série B. No lance seguinte, Souza teve a chance de fazer de carrinho, mas mandou na trave.

Depois, o time campineiro pareceu perceber que o Vila Nova pouco oferecia perigo e resolveu se poupar. Na primeira boa chance, Roni deu razão aos campineiros e perdeu gol na pequena área, chutando com raiva, mas para fora. Depois, aos 28min, finalmente conseguiu marcar, aproveitando de cabeça cruzamento vindo da direita. Foi seu terceiro gol na competição - metade do total do time.

No momento em que o Vila Nova crescia no jogo, o lateral-esquerdo Jorge Henrique dividiu solando uma bola perdida no ataque, recebeu o segundo amarelo e foi expulso. Com um a menos, ficou difícil de o Vila seguir com a reação.
 

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host