UOL Esporte Futebol
 
10/08/2010 - 21h31

Náutico sofre gol nos acréscimos, perde do Guaratinguetá e deixa o G-4

Do UOL Esporte*
Em São Paulo

Um gol sofrido nos acréscimos do segundo tempo custou caro ao Náutico. Não bastasse o revés diante do Guaratinguetá por 1 a 0, na noite desta terça-feira, o time pernambucano deixou a zona de classificação à Série A do Campeonato Brasileiro.

Após o revés, o agora quinto colocado Náutico parou em 24 pontos e foi ultrapassado no saldo de gols pelo São Caetano, que derrotou o Coritiba por 2 a 1 --os paulistas têm oito contra um negativo do elenco nordestino-- e assumiu o quarto lugar. Já o Guaratinguetá sobe para 21 pontos e volta a vencer após quatro tropeços consecutivos.

As duas equipes entraram em campo sem seus principais artilheiros. Bruno Meneghel, que já fez cinco gols, está lesionado e desfalcou o Náutico, que não contou com outros três atacantes: Evando, Geílson e Cristiano, todos suspensos pelo terceiro cartão amarelo. Já Lucio Flávio, um dos principais goleadores do Guaratinguetá --quatro tentos--, também esteve ausente.

Isso foi determinante à qualidade da partida no primeiro tempo. Jogando em casa, a equipe treinada por Roberto Fonseca teve apenas uma boa oportunidade. Aos 10min, Tozim apareceu livre na entrada da área, mas bateu por cima. E foi só. O Náutico sequer chegou ao gol defendido por Jaílson.

A etapa inicial chamou a atenção apenas por causa das inúmeras faltas e dos cartões (foram seis, sendo três para cada time). “Estamos chegando. O problema está sendo o último passe. Vamos tentar corrigir isso”, lamentou César Santiago, do Guaratinguetá.

O segundo tempo começou um pouco diferente. Os dois times voltaram mais dispostos. Os donos da casa pressionavam pelo lado esquerdo com Renato Peixe. Já o Náutico quase marcou. Aos 10min, após rápido contra-ataque, Thiaguinho bateu e viu Jaílson realizar uma difícil defesa.

Aos poucos, porém, a partida voltou a ficar equilibrada. E, para piorar, as chances ficaram escassas. Aos 40min, Tozim apareceu sozinho e, assim como havia feito na etapa inicial, mandou por cima. De tanto insistir, o Guaratinguetá chegou ao seum gol da vitória, com Vagner Carioca, nos acréscimos.

As duas equipes voltam a jogar no próximo sábado. O Guaratinguetá terá pela frente o Brasiliense, em Taguatinga, enquanto o Náutico duela diante da Portuguesa, no Recife.

GUARATINGUETÁ 1 X 0 NÁUTICO

GUARATINGUETÁ
Jaílson; Marielson, Éverton e Gustavo Bastos; Leandro (Serginho), Roberto, César Santiago, Nenê (Vagner Carioca) e Renato Peixe (Guaru); Tozim e Marcinho
Técnico: Roberto Fonseca

NÁUTICO
Glédson; César Prates, Wálter, Wescley (Vinícius) e Zé Carlos; Ramirez, Elton, Giovanni e Francismar (Tiago Marin); Thiaguinho (Tiago Lima) e Bruno Veiga
Técnico: Alexandre Gallo

Data: 10/08/2010 (terça-feira)
Horário: 19h30 (de Brasília)
Local: Estádio Dario Rodrigues Leite, em Guaratinguetá (SP)
Arbitragem: José de Caldas Souza (DF)
Auxiliares: Wagner de Almeida Santos (RJ) e Marçal Rodrigues Mendes (RJ)
Cartões amarelos: Nenê, Roberto e César Santiago (Guaratinguetá); Walter, César Prates, Tiago, Zé Carlos e Thiaguinho (Náutico)
Gols: Vagner Carioca, aos 46min do segundo tempo

Atualizado às 23h20

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host