UOL Esporte Futebol
 
17/08/2010 - 23h02

Paraná perde em casa para América-RN, que encerra jejum de 8 jogos

Do UOL Esporte
Em Curitiba

Costumeiro carrasco, o América-RN voltou a surpreender o Paraná e venceu por 1 a 0, nesta terça-feira, na Vila Capanema,  pela 15ª rodada da Série B. Foi a segunda vitória do time potiguar no campeonato e o fim de um jejum de oito jogos. O Paraná sofreu sua quarta derrota seguida e já começa a se preocupar com a  zona de rebaixamento.

O time tricolor segue estacionado na décima posição, com 19 pontos, mas pode cair até três posições, após o encerramento da rodada, no fim de semana. Na próxima rodada, o time enfrenta São Caetano, terça-feira (24), diante do São Caetano, no Anacleto Campanela.

Com a primeira vitória, nas últimas oito rodadas, o América deixou a vice-lanterna, mas ainda permanece na zona de rebaixamento, com 12 pontos, na 18ª posição. Na próxima terça,  às 21h50, o time recebe o Figueirense, em Natal.

O jogo

O América surpreendeu e saiu na frente, logo aos 7 minutos. Adalberto apanhou na meia-esquerda e cruzou no meio da área, para Reinaldo, que subiu mais que a defesa e cabeceou no canto esquerdo.

O Paraná partiu em busca do empate, mas, de forma precipitada, passou a jogar com levantamentos de bolas na área, facilitando o trabalho da defesa do América.

Com a vantagem conseguida logo no início do jogo, time do América fechou-se na defesa, mas contou com a falta de criatividade dos paranistas, que seguiram insistindo em cruzamentos na área até o fim da etapa.

Ao final de um primeiro tempo com poucas emoções, a torcida, paranista não perdoou e vaiou os jogadores na saída para os vestiários.

O segundo tempo, o Paraná tentou pressionar, mas seguiu sem conseguir penetrar na defesa e continuou buscando o gol por meio de cruzamentos.

Para desespero da torcida tricolor, o América era mais perigoso quando descia ao ataque. Em dois lances seguidos o time potiguar só não ampliou graças ao goleiro Juninho. Aos 33, Esley bateu da entrada da área, obrigando o goleiro a espalmar. No lance seguinte, Reinaldo recebeu  dentro da área e encheu o pé, para nova grande defesa do arqueiro paranista. 

Apesar de pressionar até o fim da partida, o Paraná mostrou pouca competência e acabou sofrendo sua segunda derrota seguida na Vila Capanema. Após o apito final, a torcida voltou a vaiar e gritar "vergonha, vergonha".

"Não tem muito o que falar, o sentimento é de vergonha, mesmo. Não estamos conseguindo jogar nada e temos que trabalhar muito, senão só vai piorar", lamentou o zagueiro Alessandro Lopes.


PARANÁ 0 x 1 AMÉRICA-RN

PARANÁ
Juninho; Alessandro Lopes, Irineu (Serginho) e Luis Henrique; Jefferson, Chicão, Luíz Camargo (Vinícius) Wanderson (Somália) e Diego Correia; Leandro Bocão e Marcelo Toscano.
Técnico: Marcelo Oliveira

AMÉRICA-RN
Rodolpho; Cléber, Robson e Adalberto; Thoni, Fábio Oliveira, Carlos Alberto, Esley e Berg; Reinaldo (Saulo) e Chimba (Soares).
Técnico: Lula Pereira

Data: 17/08/2010 (terça-feira)
Local: Estádio da Vila Capanema, em Curitiba (PR)
Árbitro: Edilson Ramos da Mata (MT)
Auxiliares: Joadir Leite Pimenta (MT) e Luiz Fernando Irineu da Silva (MT)
Público: 2.118 pagantes
Renda: R$ 35.645
Cartões amarelos: Irineu, Alessandro Lopes, Diego Correia (Paraná) Esley (América-RN)
Gols
: Reinaldo, aos 7min do primeiro tempo;

 

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host