UOL Esporte Futebol
 
27/11/2010 - 20h45

Mauro Fernandes diz que América mereceu o acesso pela campanha regular

Do UOL Esporte
Em Belo Horizonte

Neste sábado, ao empatar sem gols com a Ponte Preta, em Campinas, o América-MG retornou à elite do futebol brasileiro depois de nove anos. Para o técnico Mauro Fernandes, o acesso à Série A foi merecido pela regularidade da equipe, que permaneceu por 21 das 38 rodadas entre os quatro primeiros colocados.

“A campanha do América foi muito regular durante todo o campeonato e não seria justo que ficasse fora no último jogo da competição. Nós sabíamos que muitas equipes com qualidade técnica até melhor, com uma folha salarial bem mais alta que o América, com jogadores mais renomados, que ficaram fora”, afirmou o treinador, que destacou a regularidade da equipe aos jogadores, durante a preleção para a partida deste sábado.

“Disse para eles (jogadores) que o América fez a campanha mais regular de todos os 20 clubes. O América não passou mais de duas partidas sem vencer no campeonato. Todas as equipes que tinham suas potências, como Coritiba, Sport, Portuguesa, São Caetano, a própria Ponte Preta, Figueirense, todas essas equipes tiveram dificuldades ao longo da competição e o América teve um equilíbrio. Acho que foi o mais justo, pela dedicação que tiveram os jogadores, pelo planejamento que a diretoria do América fez. Por tudo isso, somos merecedores”, acrescentou.

Durante a preleção para os atletas, Mauro Fernandes utilizou o exemplo do vice-presidente José Alencar, que passa por problemas de saúde, para pedir maior empenho dos jogadores. “Na minha preleção, disse aos jogadores que tivessem uma vontade tão grande de honrar a profissão, a camisa que estavam vestindo, e dei a eles o exemplo do José Alencar”, disse.

“Ele (José Alencar) tem uma vontade tão grande de viver e, todos nós com saúde, porque não poderíamos dar uma parcela a mais de vontade, de garra e determinação em prol da torcida do América, que se deslocou para ver o jogo?”, observou.

Depois de ajudar o Atlético-GO a chegar à Série A com o acesso em 2009, Mauro Fernandes, que é natural de Sete Lagoas, comemorou a campanha vitoriosa por um clube mineiro.

“Eu que ajudei tantos times de outros estados a subir, a ganhar título, e hoje no meu estado estou muito feliz, muito orgulhoso de trabalhar no América, do grupo de jogadores, diretoria, e, principalmente, da torcida, que nos deu uma prova muito grande da grandeza do grupo”, destacou.

O AMÉRICA-MG NO TWITTER

Ao contrário das outras três equipes que conseguiram o acesso à Série A neste ano, o América só subiu de divisão na última rodada. Para garantir a conquista da quarta vaga, o time mineiro precisou segurar o empate com a Ponte Preta, já que a Portuguesa, que ainda alimentava chances de acesso, venceu o Sport, no Recife.

“Nós tivemos um percurso muito longo para chegarmos aonde chegamos. O Coritiba, o Figueirense e o Bahia tiveram percurso menor, porque eles, com três rodadas, já estavam lá. E nós deixamos para a última rodada, uma partida dramática. Nós sabíamos que o outro concorrente estava vencendo seu jogo e não poderíamos ter vacilo”, comentou Mauro Fernandes.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host