Topo

Futebol


Técnico cita problemas após empate do Vasco e usa política: 'Anti-PT'

Vinicius Castro

Do UOL, no Rio de Janeiro

2014-04-19T19:46:02

19/04/2014 19h46

Técnico do Vasco, Adilson Batista não escondeu a insatisfação com a série de problemas para escalar o time antes do empate por 1 a 1 com o América-MG, neste sábado, em São Januário. A partida marcou a estreia cruzmaltina na Série B do Campeonato Brasileiro. Questionado sobre as lesões e o desempenho ruim durante os 90 minutos, o treinador citou até sua preferências política no discurso.

“Enfrentamos um adversário fechado, mas pelo menos gostei da nossa postura. São muitos fatores que prejudicam o desempenho. São coisas erradas no futebol brasileiro e ainda estamos engatinhando. Tento fazer a minha parte. Não é o ideal e precisamos analisar a situação. Não adianta ficar falando em lesões, calendário, competições extensas, gramado, viagens, arbitragem... Não vou consertar tudo. Mas tem gente achando o Brasil bom... Sou anti-PT”, afirmou.

Adilson lamentou apenas as escolhas do time no momento do último passe, o que impossibilitou a vitória na primeira rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

“Temos consciência de que precisamos melhorar. As jogadas individuais e pelos lados são importantes. Vamos cobrando. Vi um time que controlou o jogo pelo menos no primeiro tempo. Sabemos os motivos dos nossos problemas. Não conseguimos fazer a opção correta após o gol de empate e quase sofremos o segundo gol no contra-ataque.”, encerrou.

O elenco vascaíno folga no domingo e segunda e retorna aos trabalhos na terça-feira pela manhã. O time enfrenta o Luverdense, sábado, às 16h20, na Arena Pantanal, pela segunda rodada do Brasileirão da Série B.

Vasco
Vasco
$escape.getHash()uolbr_tagAlbumEmbed('tagalbum','16237', '')

 

Mais Futebol