Casaca e Trem-bala: tradições embalam série invicta e autoestima no Vasco

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

O vascaíno tem suas manias. E algumas delas têm ressurgido e embalado a série invicta de 30 jogos do atual elenco, simbolizando a autoestima de um grupo outrora rebaixado à Série B do Campeonato Brasileiro.

Tradicionalíssimo, o grito de "casaca" voltou a ser executado com mais frequência após o retorno de Eurico Miranda à presidência. Cantá-lo após grandes vitórias sobre rivais ou em títulos é uma determinação obrigatória do dirigente a todas as categorias de base e esportes do clube, mas na equipe de Jorginho, acabou sendo absorvida de um jeito que já nem é mais preciso aguardar o cartola, já que os próprios jogadores lhe solicitam e o cantam a plenos pulmões.

"O Vasco é o único clube que tem, na verdade, um grito de guerra. Todos os meninos do Vasco, do futsal... Aqueles que estão lá, conhecem. Começam lá com 6, 7, 8 anos... Os professores e diretores são devidamente instruídos para que eles procedam desta maneira. É com orgulho que a gente diz que o Vasco tem o grito de casaca", disse Eurico ao Premiere.

No clube desde o ano passado, o meia Andrezinho, mesmo tendo sido revelado pelo rival Flamengo, já é um entusiasta do canto e revelou a emoção com o "casaca" puxado após o título carioca deste ano, atrás de um dos gols do Maracanã e ao lado da torcida do Vasco.

"O Eurico realmente gosta de puxar o casaca. É uma coisa muito legal, principalmente após os jogos. Ele vai no vestiário, puxa esse grito e foi emocionante na final ele puxando no campo, junto com nós jogadores, e com os torcedores também acompanhando", destacou Andrezinho ao UOL Esporte.

Na vitória por 2 a 0 sobre o Vila Nova nesta terça-feira, que marcou o 30º jogo de invencibilidade, Nenê resgatou uma tradição mais recente, que embalou a campanha do título da Copa do Brasil de 2011, a comemoração do "Trem Bala da Colina". O "trenzinho" feito por jogadores ganhou até funk na época e virou música da torcida em São Januário. O camisa 10 fez questão de registrar o momento via Twitter:
 

UOL Cursos Online

Todos os cursos