Zagueiro do Bahia pede atenção a Nenê: "tem que estar próximo dele"

Do UOL, em São Paulo

  • Felipe Oliveira / EC Bahia

    Jackson e cia. darão atenção especial ao camisa 10 do Vasco

    Jackson e cia. darão atenção especial ao camisa 10 do Vasco

Principal nome do Vasco, o meia-atacante Nenê terá atenção especial dos defensores do Bahia no jogo deste sábado, em São Januário, pela quarta rodada da Série B. Jackson, ex-Palmeiras e Internacional e hoje no time baiano, não quer o camisa 10 vascaíno com espaço para pensar.

"A gente tem que estar próximo dele, porque é um jogador que pode deixar os atacantes na cara do gol e ele mesmo pode finalizar. Temos que estar atentos para não dar essa oportunidade para eles, que são perigosos e estarão jogando em casa", disse Jackson.

Ainda invicto, o Bahia terá pela frente o líder da competição jogando dentro de sua casa. Em três jogos, o Vasco conquistou três vitórias, marcou sete gols (sendo cinco deles de Nenê) e não levou nenhum. Missão nada fácil para o time tricolor, que ainda assim, promete ir ao Rio de Janeiro buscando os três pontos.

"É um jogo difícil contra o líder e contra o artilheiro. É um jogo que todo mundo quer jogar. É um jogo importantíssimo para o Vasco e para a gente. Vamos com o intuito de ganhar o jogo, respeitando o Vasco. Temos que estar atentos para não ser surpreendidos e nas oportunidades definir o jogo", acrescentou o zagueiro tricolor.

Recuperado de um estiramento na coxa, o atacante Edgar Junio treina normalmente desde a última quinta-feira e deve ser a principal novidade do Bahia para encarar o Vasco.

UOL Cursos Online

Todos os cursos