Vasco faz gol aos 25 segundos, empata com Oeste e chega a 7 meses invicto

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Carlos Gregório Júnior / Site oficial do Vasco

    Nenê comemora seu gol pelo Vasco, marcado aos 23 segundos do primeiro tempo

    Nenê comemora seu gol pelo Vasco, marcado aos 23 segundos do primeiro tempo

O Vasco perdeu os 100% de aproveitamento na Série B, mas mesmo com o empate em 1 a 1 com o Oeste, nesta terça-feira, na Arena Barueri (SP), se manteve na liderança da Série B e chegou aos sete meses de invencibilidade.

O jogo ficou marcado pelo gol-relâmpago marcado por Nenê, logo aos 23 segundos do primeiro tempo. Foi o oitavo do meia na competição, que o isolou ainda mais na artilharia da competição.

A última derrota do Cruzmantino aconteceu dia 1º de novembro do ano passado, para o Fluminense, ainda pelo Campeonato Brasileiro da Série A. De lá para cá, já são 32 partidas sem perder, feito que o deixa a três de igualar a marca história do time cruzmaltino de 1944/1945.

VASCO SENTIU DIFICULDADES

Com um estilo de marcação forte, o Vasco sentiu dificuldades para se adaptar ao estilo de jogo do Oeste. A defesa também não esteve numa noite inspirada e cedeu muitos espaços, fator que ajudou, por exemplo, ao time paulista a chegar ao empate.

O MELHOR - NENÊ SE DESTACA MAIS UMA VEZ

O meia Nenê segue sobrando na Série B. Artilheiro com oito gols em cinco jogos, ele fez um lindo gol em chute de primeira e ainda fez outras boas jogadas, como uma ainda no fim do primeiro tempo, quando deixou Jorge Henrique na cara do gol, mas o goleiro Felipe Alves fez uma bela defesa.

ESTILO AUDAX

O técnico Fernando Diniz continua mantendo o ousado estilo de jogo dos tempos de Audax. Nesta terça-feira, foram várias as vezes em que o goleiro Felipe Alves serviu como "goleiro-linha", valorizando a troca de passes e evitando os chutões, o que causou gritos de "olé" por parte dos torcedores da casa.

Vale lembrar que o Oeste realizou uma parceria em que utiliza jogadores do Audax que disputaram o Campeonato Paulista de 2016.

VELHO CONHECIDO

O auxiliar-técnico de Fernando Diniz no Oeste é Yan, ex-jogador revelado pelo Vasco na década de 90 e que teve passagens por clubes como Fluminense, Internacional e Santos. 


OESTE 1 X 1 VASCO
Local:
Arena Barueri, em Barueri (SP)
Data e hora: 31 de maio de 2016, às 21h30
Árbitro: Diego Almeida Real (RS)
Auxiliares: Alexandre Pruinelli (RS) e José Eduardo Calza (RS)
Renda e público: R$ 55.690,003.187 torcedores
Cartões amarelos: Renan Mota, Maurinho, Velicka (OES); Luan, Yago Pikachu (VAS)
Cartões vermelhos: Não houve
Gols: Nenê, aos 23 segundos do primeiro tempo (VAS); Francisco Alex, aos 28 minutos do primeiro tempo (OES)

OESTE
Felipe Alves; Felipe Rodrigues, Francis (Mauricio) e Velicka; Renan Mota (Betinho), Danielzinho, Francisco Alex e Mazinho; Maurinho, Marcus Vinícius (Matheus Vargas) e Léo Artur
Técnico: Fernando Diniz

VASCO
Jordi, Yago Pikachu, Luan, Rodrigo e Julio Cesar; Marcelo Mattos (Henrique), Julio dos Santos (William) e Nenê; Eder Luis, Jorge Henrique e Thalles (Caio Monteiro)
Técnico: Jorginho
 

UOL Cursos Online

Todos os cursos