Vasco prova mais uma vez que Nenê é decisivo. Há vida sem o camisa 10?

Do UOL, em São Paulo

  • Carlos Gregório Júnior / Site oficial do Vasco

    Depois de cumprir suspensão, Nenê volta ao Vasco contra o Náutico

    Depois de cumprir suspensão, Nenê volta ao Vasco contra o Náutico

Desde que foi contratado pelo Vasco, em agosto do ano passado, Nenê foi desfalque em apenas três partidas. Coincidentemente (ou não), o time de Jorginho não conseguiu vencer nenhuma delas: empatou com São Paulo (Brasileiro 2015) e Friburguense (Carioca 2016) e perdeu por 2 a 1 do Atlético-GO no último sábado, em jogo que acabou com a invencibilidade de 34 jogos do Vasco. Para alegria de Jorginho e do torcedor vascaíno, Nenê – que na última sexta negou proposta da China – volta de suspensão e reforça o time na próxima terça-feira.

Sem Nenê, suspenso, Jorginho acabou fazendo dois testes na partida contra o Atlético-GO. Começou o jogo com Yago Pikachu de camisa 10. A ideia era que o jogador – que também atua na lateral direita – exercesse a mesma função de Nenê no meio-campo, mas não foi o que aconteceu. O time pouco criou no primeiro tempo e Pikachu deixou o jogo já no intervalo.

No segundo tempo, mais um teste. Éder Luis foi a campo na vaga de Pikachu, mas também não rendeu. Errou demais e não conseguiu ajudar o Vasco a, ao menos, buscar o empate. Foi o fim de uma invencibilidade que durava desde 1º de novembro de 2015, quando perdeu do Fluminense pelo Campeonato Brasileiro – foram exatos 223 dias sem uma derrota sequer.

E foi só Nenê virar desfalque (por conta do terceiro amarelo recebido contra o Joinville) que o Vasco voltou a falhar. No terceiro jogo sem o camisa 10 desde agosto, o time provou mais uma vez que o meia-atacante é decisivo para o time. Não só pelos números (é o artilheiro isolado da Série B, com oito gols), mas por tudo que representa para o clube nos dias de hoje.

"O Nenê é um jogador extremamente importante na nossa equipe. Tentamos fazer com que não ficássemos muito expostos, mas também com força ofensiva. É uma forma diferente de jogar. Sabemos que o Nenê é um jogador extremamente criativo. Jogamos de uma forma diferente", disse o técnico Jorginho em entrevista coletiva após a partida.

Para a alegria de Jorginho e dos torcedores vascaínos, Nenê volta a ficar à disposição para o jogo da próxima terça-feira, contra o Náutico, em São Januário, às 19h15 (de Brasília), pela nona rodada da Série B do Brasileiro. Mais um teste da 'Nenêdependência no Vasco'?

UOL Cursos Online

Todos os cursos