Com Gilberto distante, Vasco pega Brasil (RS) ainda sem o camisa 9 ideal

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Paulo Fernandes / Site oficial do Vasco

    Leandrão (esq.) está suspenso e dará lugar a Thalles (dir.) contra o Brasil (RS)

    Leandrão (esq.) está suspenso e dará lugar a Thalles (dir.) contra o Brasil (RS)

Leandro Damião era o desejo maior, mas ele acabou fechando com o rival Flamengo. Gilberto, campeão carioca pelo clube ano passado, também foi procurado, mas cada vez fica mais distante de São Januário. Sem sucesso até aqui nas negociações, o Vasco encara o Brasil de Pelotas em seu estádio, neste sábado, às 18h30, pela Série B, ainda sem seu camisa 9 ideal.

Gilberto despertou o interesse do Cruzmaltino de forma menos efusiva que Damião, o alvo número 1. A falta de resposta por parte do atacante e de seu representante esfriaram ainda mais a negociação.

A frieza por parte do autor do gol do título carioca do ano passado tem explicação: Gilberto sente-se desprestigiado pelo Vasco.

A primeira vez que sentiu-se desta maneira foi quando ainda atuava pelo clube. Na ocasião, a MLS, a liga norte-americana de futebol, propôs ao Cruzmaltino um valor de compra de certa forma acessível aos cofres vascaínos. A diretoria, no entanto, não se animou e descartou a aquisição do camisa 9. Posteriormente, o jogador teve problemas de relacionamento com o então técnico Celso Roth e deixou São Januário rumo ao Chicago Fire (EUA).

Desta vez, houve uma primeira consulta, há cerca de um mês e meio, por parte do assessor da presidência Eurico Brandão, o Euriquinho, filho de Eurico Miranda. Na época, até mesmo valores foram debatidos, e foi aí que Gilberto novamente não se sentiu prestigiado.

Os números propostos ao salário do atacante eram abaixo dos cogitados a Leandro Damião e também a Riascos, colombiano que fez sucesso este ano atuando por empréstimo no Vasco e que teve seu retorno solicitado pelo Cruzeiro.

Com contrato rescindido amigavelmente com a MLS na semana passada, Gilberto não tem pressa para definir seu futuro. Descansando em Piranhas (AL), sua cidade-natal, ele solicitou ao seu empresário Sandro Zardo que o mesmo ouça todas as propostas e só depois o procure.

O atacante tem ofertas do Santa Cruz e sondagens de outros clubes do Brasil. Do exterior, as propostas são do Peñarol, do Uruguai, e de um time mexicano. Sua prioridade, no entanto, é permanecer no país.

Jorginho vai de Thalles contra o Brasil (RS)

Sem o seu reforço para o ataque tão pedido há meses, o técnico Jorginho segue se virando com o que tem em mãos. Com Leandrão suspenso neste sábado, o treinador apostará no jovem Thalles ao lado de Jorge Henrique. No gol, o comandante também não poderá contar com Martín Silva, outro que pegou gancho por conta de cartão. Em seu lugar entra Jordi.

VASCO X BRASIL DE PELOTAS (RS)
Local:
São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Data e hora: 9 de julho de 2016, às 18h30
Árbitro: Alisson Sidnei Furtado (TO)
Auxiliares: Fabio Pereira (TO) e Natal da Silva Ramos Júnior (TO)

 

VASCO
Jordi, Madson, Luan, Rodrigo e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Julio dos Santos (William), Andrezinho e Nenê; Eder Luis (Caio Monteiro) e Thalles
Técnico: Jorginho

BRASIL DE PELOTAS
Eduardo Martini; Weldinho, Camilo, Teco, Marlon; Leite, Washington, Diogo Oliveira, Felipe; Marcos Paraná e Ramon
Técnico: Rogério Zimmermann

UOL Cursos Online

Todos os cursos