Jorginho e Zinho são chamados de "burro" após derrota do Vasco

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Paulo Fernandes / Site oficial do Vasco

A série de cinco jogos sem vitórias começa a trazer os primeiros prejuízos para o Vasco. O bom clima entre torcida e time já não existe e sobrou até mesmo para Zinho e Jorginho, até então intocáveis no clube. Após derrota para o Vila Nova, técnico e auxiliar se encaminhavam para os vestiários quando foram surpreendidos com o coro de "burro" vindo das arquibancadas.

A situação gerou até mesmo certa surpresa em Jorginho e Zinho, que desceram rapidamente para o vestiário. Na coletiva, o treinador comentou a situação e não escondeu a tristeza com o episódio.

"Sou ser humano, como qualquer ser humano a gente tem sentimentos. Chamar de burro, isso é a coisa mais natural. Quando vai para o lado pessoal, ofensa à família... Realmente fiquei muito triste, mas quero dizer que sou muito grato à torcida do Vasco por todo o carinho que temos recebido. Passamos por momentos bem piores que este ano passado. Foi um momento de tristeza. Somente isso. Entendo o torcedor. Entendo que ele também está muito preocupado com o momento que estamos passando agora, deixando que a gordura que nós criamos chegue ao fim. O alerta chegou", disse Jorginho.

Antes, um dos jogadores mais jovens do elenco, Douglas, havia saído em defesa da dupla. "Os caras não são burros (Jorginho e Zinho). Eles tentam fazer o melhor", disse timidamente o volante, autor de um golaço no início do segundo tempo e que colocou fogo na partida.

Apesar da série negativa, o Vasco segue na liderança da Série B, com 41 pontos. O Cruzmaltino volta a campo no sábado, quando medirá forças com o Bahia, na Fonte Nova, em Salvador.

UOL Cursos Online

Todos os cursos