CRB empata em cinco minutos e tira chance do Bahia chegar no G-4

Do UOL, em São Paulo

  • Douglas Araújo/CRB

Em confronto direto pelo G-4 da Série B do Campeonato Brasileiro, o Bahia cedeu um empate por 2 a 2 ao CRB no final do segundo tempo. A igualdade deixou a agremiação baiana fora das quatro primeiras colocações da competição nacional, porque o Londrina derrotou o Vila Nova e ficou com a quarta colocação. O jogo, válido pela 27ª rodada, aconteceu neste sábado (24), no estádio Rei Pelé. 

Com o resultado, o Tricolor de Aço chegou aos 40 pontos e ficou na 5ª colocação da tabela de classificação da segunda divisão do Brasileiro. A agremiação alagoana ficou com 40 pontos e está no oitavo posto.

Na próxima rodada, o Bahia recebe o Criciúma na sexta-feira (30), às 19h15 (de Brasília), na Arena Fonte Nova. Já o CRB visita o Bragantino no sábado, 1º de outubro, às 16 horas (de Brasília), no estádio Nabi Abi Chedid.

Quem foi bem: Zé Carlos recoloca o CRB no jogo

Com dois gols em cinco minutos, Zé Carlos foi o responsável por evitar a derrota do CRB, que estava atrás do marcador até os 35 minutos do segundo tempo de jogo.

Quem foi mal: Flávio Boaventura confunde futebol com MMA

Reprodução/Premiere

O zagueiro Flávio Boaventura, do CRB, acabou expulso da partida após chutar, com imprudência, a cabeça do atacante Hernane, do Bahia, em uma disputa de bola. O jogador do Tricolor de Aço sofreu uma bolada no peito no mesmo lance e passou mal em campo, mas continuou no jogo.

Gol relâmpago

O Bahia abriu o placar logo no início do primeiro tempo. Aos dois minutos, Renato Cajá cruzou da direita e Allano apareceu livre para cabecear para o fundo das redes, sem chances de defesa para o goleiro Júlio Cesar.

Era só administrar

Tomando conta da etapa complementar do duelo, o Bahia ampliou o placar aos 22 minutos. Em cobrança de falta, Juninho chutou com categoria e acertou o canto direito do goleiro Júlio César.

Torcida deixa estádio antes... E acaba perdendo a reação

Muitos torcedores do CRB acabaram deixando o estádio Rei Pelé antes do apito final do árbitro, aproximadamente aos 30 minutos do segundo tempo.

Empate em cinco minutos

O CRB conseguiu o empate na parte final do jogo. Aos 35 minutos do segundo tempo, Zé Carlos descontou de pênalti e, aos 40, o mesmo atacante recebeu livre na área e mandou a bola para o fundo das redes.

Histórico do Bahia era positivo

De dez confrontos entre CRB e Bahia, o Tricolor de Aço levou a melhor. Foram quatro vitórias, quatro empates e apenas duas derrotas. A última vitória do Galo sobre os baianos foi no ano de 2002.

FICHA TÉCNICA

CRB 2 X 2 BAHIA

Local: Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL)
Horário: 16h20 (de Brasília)
Data: 24 de setembro, sábado
Árbitros: Raphael Claus (SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Danilo Ricardo Simon Manis (SP)
Cartões amarelos: Tiago, Misael, Jackson e Moisés (Bahia); Zé Carlos (CRB)
Cartão vermelho: Flávio Boaventura (CBR).
Gols: Bahia – Allano, aos dois minutos do primeiro tempo e Juninho, aos 22 do segundo tempo. CRB - Zé Carlos, aos 35 e 40 do segundo tempo.

CRB: Julio Cesar; Bocão, Flávio Boaventura, Diego Jussani e Diego; Olívio, Matheus Galdezani (Peri), Roger Gaúcho (Adalberto) e Gerson Magrão; Assisinho (Welinton Júnior) e Zé Carlos.
Técnico: Mazola Júnior.

BAHIA: Muriel; Tinga, Tiago, Jackson e Moisés; Juninho, Luiz Antônio (Renê Júnior) e Renato Cajá (Feijão); Allano (Misael), EdigarJunio e Hernane.
Técnico: Guto Ferreira

UOL Cursos Online

Todos os cursos