Na seleção por quatro anos, Jorginho elogia Tite por dar atenção à Série B

Do UOL, em São Paulo

  • Paulo Fernandes/Vasco

Hoje comandante do Vasco, Jorginho foi auxiliar de Dunga na seleção brasileira de 2006 a 2010. O currículo lhe garante grande entendimento sobre o trabalho realizado por Tite, que esteve presente nas tribunas de honra de São Januário neste sábado, na vitória cruzmaltina sobre o Atlético-GO. O treinador fez questão de elogiar o interesse do colega pela Série B do Campeonato Brasileiro.

"Em primeiro lugar, sou grato a ele por vir a São Januário assistir esse jogo. Passei quatro anos na seleção e não é tão simples assim separar um tempo para ver jogo da Série B. Mas creio que ele tem uma visão lá na frente, está pensando naquilo que é possível até mesmo no próximo ano", comentou o vascaíno na entrevista coletiva após o jogo.

Não é certo qual jogador foi observado pelo técnico da seleção, mas o zagueiro Luan fez parte do grupo campeão olímpico no Rio de Janeiro. Jorginho admite não ter conversado com Tite neste sábado, mas confia na expressão positiva que viu quando olhou para as tribunas.

"É bom para valorizar uma equipe como o Vasco da Gama, o que ela representa no futebol brasileiro. Foi um fator motivacional maravilhoso. A equipe está muito concentrada de um jeito ou de outro, mas sei o que representa a vinda de um treinador da seleção. Tenho que parabenizar o Tite por ter vindo assistir. Quando saiu o gol, a gente olhou para cima e viu a alegria dele por ter visto um bom jogo", destacou.

Antes ameaçado pela proximidade do próprio Atlético-GO, o Vasco agora lidera a Série B de forma isolada com 51 pontos, três a mais que o clube goiano. O cruzmaltino, no entanto, terá que se despedir temporariamente de São Januário: nas próximas três rodadas, o time enfrenta o Náutico na Arena Pernambuco, o Paysandu no Mangueirão e o Londrina na Arena da Amazônia.

"Nós temos dois jogos fora, mas o outro jogo eu acredito que vai ser em casa. Em Manaus é muito provável que o nosso torcedor encha o estádio, então a gente vai se sentir muito em casa mesmo longe de São Januário. São jogos que vão, basicamente, definir a nossa diferença para o quinto colocado. E claro, estamos focados na conquista do titulo também. Mas o jogo de hoje demonstrou o quanto vai ser difícil. A gente sempre sente saudade de São Januário quando sai daqui, mas tem uma sequência importantíssima com a nossa torcida", pontuou Jorginho.

UOL Cursos Online

Todos os cursos