Vasco estipula meta de pontos para o acesso e faz 'pouco caso' com título

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br

    Martín Silva acredita que o mais importante é garantir o acesso, independente de título

    Martín Silva acredita que o mais importante é garantir o acesso, independente de título

O Vasco já utilizou sua calculadora e estipulou uma meta de pontos para garantir o acesso à Série A: 62 ou 63 pontos. Com 54 até aqui, o clube precisará, neste caso, de pelo menos mais três vitórias para voltar a elite.

"É importante estar com os pés no chão, ainda não conquistamos nada. Quero chegar aos 62, 63 pontos para fincar o Vasco na Primeira Divisão. Depois, com calma, tranquilidade, analisar tudo que foi feito e projetar alguma coisa para o próximo ano", declarou o técnico Jorginho, se esquivando de sua permanência para o ano que vem.

Atualmente brigando pelo título com o Atlético-GO, o Vasco faz "pouco caso" sobre uma possível conquista da competição, embora haja uma pressão pelo objetivo.

"O mais importante é definir o acesso e pensar na Série A. É o que importa para todo mundo, inclusive para a torcida. Quando você vê um time como o Vasco na Série B, há essa pressão, obrigação de brigar pelo título. É normal. Vamos brigar pela responsabilidade de time grande, mas sabemos que ser formos campeões não vai acrescentar nada para história do Vasco, que tem títulos tão grandes e mais importantes. É só para ratificar o papel de time grande na Série B", declarou o goleiro Martín Silva.

Jorginho também não vai numa linha muito diferente do discurso do uruguaio, mas ressaltou sua sede por títulos:

"Se você comparar a história do Vasco, é um título que não vai ser levado em conta, mas pelo time que o Vasco é, a instituição que é, está sempre em busca de títulos. É sempre importante vencer. Eu brinco que quero ganhar sempre, até cuspe em distância, bola de gude".

VASCO X CRB
Local
: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Hora: 16h30
Árbitro: Felipe Duarte Varejão (ES)
Auxiliares: Vanderson Antonio Zanotti (ES) e Ramires Santos Candido (ES)

Vasco
Martín Silva, Madson, Luan, Rodrigo e Julio Cesar; Diguinho, William (Fellype Gabriel), Andrezinho e Nenê; Éderson e Thalles
Técnico: Jorginho

CRB
Juliano, Marcos Martins, Adalberto, Gabriel e Diego; Olívio, Matheus Galdeazi e Gerson Magrão; Luidy, Welinton Júnior e Neto Baiano
Técnico: Mazola Júnior
 

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos