Filho de Eurico se envolve em confusão após tropeço do Vasco na Série B

Do UOL, no Rio de Janeiro

Após mais um tropeço do Vasco em São Januário, a torcida perdeu a paciência e protestou contra o presidente Eurico Miranda. Os xingamentos foram tantos que o filho do mandatário, Euriquinho, assessor especial da presidência, tentou intimidar um dos grupos que se manifestavam contra seu pai.

Ele tentou coagir o grupo e foi impedido por um policial militar, que defendeu o direito dos torcedores de protestarem contra Eurico Miranda. Euriquinho se revoltou e uma confusão se iniciou entre seguranças particulares e policiais, que chegaram a usar gás de pimenta para neutralizar a situação.

Após a confusão, Euriquinho deixou as sociais de São Januário reclamando e bradando contra polícia e alguns torcedores do Vasco. E sob vaia dos mesmos que protestavam contra seus pai.

Com 58 pontos, o Vasco estaciona na segunda colocação e fica em situação complicada na briga pelo título da Série B. Isso porque o Atlético-GO, com 61, tem um jogo a menos – visitará o Náutico, nesta sexta, em Pernambuco.
 

UOL Cursos Online

Todos os cursos