Jorginho vê Vasco com obrigação de subir, mas minimiza título da Série B

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Em situação complicada na briga pelo título após empatar com o Avaí por 0 a 0, em São Januário, o Vasco parece não se importar muito com a situação. Pelo menos foi o técnico Jorginho deu a entender na entrevista após o jogo desta quarta-feira. Para ele, o Cruzmaltino tem obrigação de voltar à elite do futebol e desdenhou da possibilidade de acabar na 1ª colocação.

"Tem que entender que toda a responsabilidade está em cima do Vasco. Venho alertando há muito tempo: jogar segunda divisão é algo particular, há jogadores específicos para a segunda divisão. Existe obrigação de ganhar, e isso pesa, tem que ter cuidado", disse o treinador.

"Claro que o Vasco é protagonista. Sei que é difícil. Não vai existir nenhuma foto se a gente for campeão. Ninguém vai pintar aqui faixa de que o Vasco foi campeão da Série B. Temos que alcançar o objetivo de subir e, em dezembro, fazer retrospecto do que foi bom e ruim", completou Jorginho.

Jorginho, em seguida, deixou claro que a ansiedade pode ser o principal inimigo do Vasco para conquistar o objetivo. Segundo contas da comissão técnica, a equipe conseguirá o acesso com mais duas vitórias. E é justamente aí que mora o perigo.

"Temos que saber controlar o lado emocional. Não adianta, não podemos sofrer por antecipação. A gente não sabe se amanhã vai estar vivo – teve esse episódio lamentável do Carlos Alberto Torres. Temos que trabalhar, manter o bom ambiente e tentar ganhar a pontuação necessária", explicou Jorginho.

Com 58 pontos, o Vasco estaciona na segunda colocação e fica em situação complicada na briga pelo título da Série B. Isso porque o Atlético-GO, com 61, tem um jogo a menos – visitará o Náutico, nesta sexta, em Pernambuco.
 

UOL Cursos Online

Todos os cursos