Seis motivos que fazem o Vasco correr risco de não subir na Série B

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Carlos Gregório Jr./Vasco

    Jorginho e seu auxiliar Zinho (esq.) ligaram o sinal de alerta no Vasco

    Jorginho e seu auxiliar Zinho (esq.) ligaram o sinal de alerta no Vasco

A queda vertiginosa de rendimento do Vasco tem algumas explicações. De líder isolado no primeiro turno, o Cruzmaltino caiu para o segundo lugar e viu a distância para o quinto diminuir para apenas quatro pontos. Considerando somente o returno, o time de Jorginho é o 11º.

Dependendo dos resultados, o Vasco pode terminar a rodada na quarta colocação caso perca para o Luverdense, nesta terça-feira, às 21h30, em São Januário.

Abaixo o UOL Esporte lista alguns dos motivos que contribuíram para a equipe chegar nestas condições:

Queda de rendimento de Nenê

Nenê passou de 10 gols no primeiro turno para apenas dois no returno. Uma lesão muscular na panturrilha direita também afetou o rendimento do meia, considerado o principal jogador do time.

Defesa

Antes considerada um dos pontos fortes da equipe, a defesa desandou. Se no primeiro turno o Vasco teve uma média de 0,94 gols sofridos, no segundo aumentou para 1,26.

Ataque com poucos gols

Os atacantes do Vasco têm poucos gols na competição. Somando todos, chegam a 16. Nenê que é meia, por exemplo, é o artilheiro da equipe com 12. Entre os homens de frente, quem mais balançou a rede foi Éderson: sete vezes.

Trintões

O elenco do Vasco conta com 13 jogadores acima dos 30 anos. A preparação física e fisiologia do clube, porém, nega que o time esteja sentindo o cansaço no fim da competição.

Baixo público

O torcedor do Vasco não se animou com a Série B. A média de público em casa é de pouco menos que 5 mil pagantes e os jogos em São Januário têm ficado vazios.

Jovens não vingaram

No início da temporada, o técnico Jorginho pinçou uma série de jovens ao profissional, como Mateus Pet, Evander, Andrey, entre outros. Porém, apenas o pouco badalado volante Douglas vingou e se tornou titular. O lateral esquerdo Alan tem agradado, mas ainda soma poucas participações.

VASCO X LUVERDENSE
Local:
São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Hora: 21h30
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Auxiliares: Elio Nepocumeno de Andrade (RS) e Lucio Beiersdolf Flor (RS) 

Vasco
Martín Silva, Yago Pikachu, Luan, Rodrigo e Julio Cesar; William, Diguinho (Bruno Gallo), Andrezinho e Nenê; Jorge Henrique (Thalles) e Éderson
Técnico: Jorginho

Luverdense
Diogo Silva, Raul Prata, Everton, Gabriel Valongo e Paulinho; Jean Patrick, Ricardo, Rafael Silva e Sérgio Mota; Douglas Baggio e Alfredo
Técnico: Júnior Rocha

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos