Luverdense pode perder pontos por escalação irregular de preparador

DO UOL, em São Paulo

  • Paulo Fernandes/Divulgação C. R. Vasco da Gama

O Luverdense será julgado pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) e poderá perder pontos na Série B do Campeonato Brasileiro por suposta escalação irregular de um preparador de goleiros na partida contra o Tupi-MG, no dia 30 de setembro. A punição cabível também prevê multa. 

Em informe oficial, o STJD diz que o julgamento será na próxima quarta-feira (16), a partir das 16h, a ser realizado pela Terceira Turma Disciplinar. A denúncia foi feita pela Diretoria de Competições da CBF, em documento que afirma que o preparador de goleiros Edilson Souza Nogueira, expulso no jogo da equipe contra o Ceará no dia 20 de setembro, deveria cumprir suspensão automática, mas foi relacionado para o duelo contra o Tupi-MG (vitória do Luverdense por 2 a 1). 

A Procuradoria ofereceu denúncia contra o clube mato-grossense por escalação irregular descrita no artigo 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva. "A pena prevista é de 'perda do número máximo de pontos atribuídos a uma vitória no regulamento da competição, independentemente do resultado da partida, prova ou equivalente, e multa de R$ 100 a R$ 100 mil'", informa o comunicado do STJD.

O Luverdense está na nona colocação da Segundona, com 51 pontos. Em situação confortável na tabela, está livre de rebaixamento e não briga mais pelo acesso à Série A do nacional. 

UOL Cursos Online

Todos os cursos