Vasco terá impacto financeiro direto de R$ 26,5 mi caso não obtenha acesso

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Julio Cesar Guimaraes/UOL

    Eurico Miranda terá muitos problemas financeiros com o Vasco se clube não subir

    Eurico Miranda terá muitos problemas financeiros com o Vasco se clube não subir

O fracasso na missão de retornar à Série A não fará apenas uma mancha incorrigível na centenária história do Vasco como também significará um impacto financeiro direto nos já combalidos cofres cruzmaltinos. No somatório imediato de receitas perdidas, o clube deixará escapar pelas mãos R$ 26,5 milhões.

Somente R$ 25 milhões serão referentes à redução na cota de patrocínio da TV, já que o acordo prevê um corte de 25% caso a equipe não obtenha o acesso. Como recebeu R$ 100 milhões em 2016, o Vasco teria direito a R$ 75 milhões na próxima temporada.

Os outros R$ 1,5 milhão se referem à premiação da Caixa Econômica Federal pela classificação à Série A. Quando renovou com a estatal, o Cruzmaltino firmou um patrocínio de R$ 7,5 milhões por um ano com tal acréscimo caso o time alcançasse o objetivo.

Os outros reflexos poderão surgir ao longo da temporada, como no caso do sócio-torcedor. O retorno à Série A é visto pela diretoria como uma forma de impulsionar o projeto, que atualmente conta com uma adesão de pouco mais de 11 mil pessoas e está abaixo do esperado.

O "Gigante" foi lançado este ano e é uma grande aposta do Vasco para gerar uma nova fonte de receita, já que o clube vem tendo dificuldades para angariar patrocinadores.

Vale lembrar que, mesmo com as dificuldades, o Cruzmaltino tem conseguido pagar seus impostos e os salários de jogadores e funcionários em dia.

Quer receber notícias do Vasco de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

 

 

UOL Cursos Online

Todos os cursos