Inter abre Série B com 'time de Série A', mas pressionado e com 4º goleiro

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Duarte/Inter

    D'Alessandro é capitão, ídolo e principal aposta para tirar o Internacional da Série B

    D'Alessandro é capitão, ídolo e principal aposta para tirar o Internacional da Série B

Um jogo que entrará para história. Neste sábado às 16h30 (de Brasília) o Internacional entrará em campo pela primeira vez em uma partida de Série B em seus 108 anos de fundação. Contra o Londrina, Antonio Carlos Zago terá de utilizar o quarto goleiro do elenco e encara pressão por ter perdido o Gauchão para o Novo Hamburgo, mas tem nas mãos um time 'de Série A'.

A direção do Internacional não esconde a alegria com a montagem do elenco. Promessa desde que assumiu o comando, a formação de uma equipe "de primeira divisão" é repetida nos corredores do Beira-Rio. Jogadores que deixaram clubes da elite e até destaques do primeiro semestre defenderão o Colorado na B.

Marcelo Cirino era do Flamengo; Uendel era titular do Corinthians; Carlinhos defendia o São Paulo; Edenílson o Genoa, da Itália; Felipe Gutiérrez era do Bétis, da Espanha; Victor Cuesta do Independiente, da Argentina; Alemão defendia o Botafogo; William Pottker chega como goleador do Brasileirão passado e como craque e artilheiro do Paulista deste ano. Todos jogadores que poderiam tranquilamente vestir a camisa de equipes em situação melhor que o Inter.

Além da escolha de jogadores 'de Série A', duas premissas foram seguidas para começar o campeonato mais importante de 2017 para o Inter: contratar atletas com vontade em participar do resgate do clube e acabar com a herança do ano passado.

No primeiro tópico, só fecharam com o Colorado aqueles que mostraram real intenção de participar da recuperação do clube. "Não serão seis meses de Série B que vão mudar a história do Inter. O clube é um gigante do futebol mundial, e vai voltar para onde deveria", disse Pottker em sua apresentação.

Além disso, o plano realizado lentamente apagou a imagem da equipe rebaixada. Ícones como Paulão, Ernando e Anselmo perderam espaço, assim como Fernando Bob, Anderson, Ariel, todos negociados.

Tropeços e pressão

Mas nem tudo são rosas no lado vermelho do Rio Grande do Sul. O Inter chega para a Série B em um momento de pressão. Depois de perder a final do Campeonato Gaúcho para o Novo Hamburgo (que disputará a Série D neste ano e antes do Estadual não tinha tal vaga garantida), o técnico Antonio Carlos Zago passou a ser questionado. A campanha no começo do ano não foi boa, o avanço para o mata-mata do Estadual ocorreu apenas com a sétima colocação e o time venceu apenas três jogos na primeira fase.

Não bastasse isso, os inesperados problemas com goleiros obrigaram a utilização do jovem Daniel, de 23 anos. Quarto na hierarquia técnica do clube, atuará em razão das ausências de Marcelo Lomba, Keiller e Danilo Fernandes, todos lesionados. Será sua primeira partida no time principal do Inter.

FICHA TÉCNICA
LONDRINA X INTERNACIONAL
Data e hora:
13/05/2017 (Sábado) às 16h30 (Brasília)
Local: estádio do Café, em Londrina (PR)
Transmissão na TV: RBS TV, Rede TV, PPV e Sportv
Árbitro: João Batista Arruda (RJ)
Auxiliares: Luiz Antonio de Oliveira e Thiago Herique Farinha (ambos do RJ)
LONDRINA: Zé Carlos; Lucas Ramon, Silvio, Matheus e Ayrton; França, Jardel, Celsinho e Fabinho; Artur e Jonatas Belusso.
Técnico: Claudio Tencati
INTERNACIONAL: Daniel; William, Léo Ortiz, Victor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado, Fabinho, Felipe Gutiérrez, Marcelo Cirino e D'Alessandro; Nico López.
Técnico: Antonio Carlos Zago

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos