Pottker estreia com gol , mas Inter tropeça em casa e empata com ABC-RN

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • VINíCIUS COSTA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

    William Pottker, do Inter, marca na estreia pela segunda divisão Brasileiro

    William Pottker, do Inter, marca na estreia pela segunda divisão Brasileiro

O Internacional tropeçou em casa. Na segunda rodada da Série B, saiu na frente, perdeu chances, mas acabou empatando em casa com o ABC-RN em 1 a 1 neste sábado (20).

O Colorado poderia ter marcado ao menos quatro outras vezes. Não conseguiu. E mesmo com o gol do estreante William Pottker, fez o goleiro Edson ser um dos destaques da partida. Empilhou chutes para fora ou defesas do goleiro.

E o gol do rival saiu após um crescimento na segunda etapa. O ABC foi para cima e acabou arrancando seu ponto perto dos 35. O Colorado ainda foi para cima, desperdiçou mais uma série de oportunidades, e não venceu.

Os gaúchos somam 4 pontos, enquanto os potiguares têm dois. Na próxima rodada o Inter encara o Paysandu, no Pará. Já o ABC terá pela frente o Vila Nova, em casa.

Estreia de luxo de William Pottker

O Inter investiu alto e pode comemorar com a primeira amostra de William Pottker. O atacante ex-Ponte Preta foi escalado aberto pela direita de ataque, e fez nascer as principais chances de gol do time vermelho. Cruzou para Nico, que não conseguiu o gol. Colocou a defesa em difícil situação após nova bola em direção à área. E tanto tentou que aos 44 minutos abriu o placar do jogo.

Cuesta erra bote decisivo 

Victor Cuesta não fazia mal jogo. Mas errou um bote decisivo no gol do ABC. Tinha tudo para tirar a bola de Bocão. Mas perdeu a disputa individual e a jogada acabou no gol dos visitantes. 

Variações táticas dão poder ofensivo ao Inter

O Inter mudou sua forma de jogar. Em vez de 4-3-2-1, como fez durante praticamente todo o primeiro semestre, o time vermelho usou 4-3-3. Iniciou com Pottker, Cirino e Nico López na linha ofensiva, apenas um volante em campo, Rodrigo Dourado. D'Alessandro e Felipe Gutiérrez, formavam uma linha de criação lado a lado. E deu certo. Com 10 minutos de partida o Colorado já tinha criado três oportunidades de gol. Perdeu todas. Em seguida, oscilou um pouco entre os 15 e os 20, mas retomou o controle absoluto do jogo. Criou mais duas oportunidades repetidas de gol e 'martelou' abrindo a defesa adversária. Tanto tentou que conseguiu, ao fim do primeiro tempo, abrir o placar.

ABC irrita a torcida do Inter

A cada bola que saiu de campo, a cada momento de disputa entre dois atletas, a cada lateral ou mesmo falta o ABC tentou ganhar tempo. As idas do goleiro Edson caminhando para repor os tiros de meta. Os repetidos jogadores caídos ao gramado, os segundos preciosos em que os potiguares ganharam arrancaram vaias e tiraram do sério a torcida do Inter. Até saírem atrás. Daí o expediente teve fim.

Visitantes assusta e consegue empate

O ABC mudou sua forma de jogar no segundo tempo. O time de Geninho deixou de esperar o Inter e apenas se defender, tentando ganhar tempo e arrancar o empate. Adiantou as linhas e passou a criar problemas reais para o Colorado. Chegou a marcar um gol, anulado por impedimento. Empilhou escanteios. Deu espaços para o contra-ataque, mas tornou-se um rival difícil, algo que não foi na etapa inicial. Tanto tentou que conseguiu o empate com Pardal, já perto do fim do jogo. 

INTER 1 X 1 ABC-RN

Data: 20/05/2017 (Sábado)
Local: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro:  Bruno Arleu de Araujo
Auxiliares: João Luiz Coelho de Albuquerque e Michael Correia
Renda: R$ 516.668,00
Público: 27.605
Cartões amarelos:  Anderson Pedra (ABC), Pardal (ABC); 
Gols: William Pottker, do Inter, aos 44 minutos do primeiro tempo; Pardal, do ABC, aos 32 minutos do segundo tempo; 
INTERNACIONAL
Daniel; William, Léo Ortiz, Victor Cuesta e Uendel (Carlinhos); Rodrigo Dourado, Felipe Gutiérrez (Roberson)  e D'Alessandro; Marcelo Cirino (Diego), Nico López e William Pottker.
Técnico: Antonio Carlos Zago

ABC
Edson; Bocão (Levy), Oswaldo, Cleiton e Eltinho; Anderson Pedra, Felipe Guedes, Gegê e Erivélton (Dalberto); Zotti (Pardal) e Nando.
Técnico: Geninho

UOL Cursos Online

Todos os cursos