Jogador do Paysandu volta a ser punido por cotovelada apenas um ano depois

Do UOL, em Santos (SP)

Aconteceu de novo. Assim como em 2016, quando jogava pelo Bahia, o lateral Hayner voltou a ser punido por conta de uma cotovelada no adversário. Na última terça-feira (23), o jogador do Paysandu recebeu punição de seis jogos do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

A agressão de Hayner aconteceu no jogo de ida da decisão da Copa Verde, contra o Luverdense. Ele acertou uma cotovelada em Rafael Silva e recebeu cartão vermelho direto (veja no vídeo acima, a partir dos 3m30s). O atacante do time do Mato Grosso levou a pior e precisou até ser substituído, com sangramento.

"Após a marcação de uma falta a favor da equipe do Paysandu, com o jogo paralisado, ato continuo, o atleta de nº 40, Hayner Willian Monjardim Cordeiro da equipe do Paysandu, desferiu uma cotovelada atingindo a boca de seu adversário de nº 11 Rafael Aparecido da Silva. O atleta expulso deixou o campo de jogo normalmente e o atleta atingido necessitou de atendimento médico e não retornou", relatou o juiz Sávio Pereira Sampaio na súmula.

Nesta terça (23), Hayner foi julgado e suspenso com seis jogos por unanimidade. Pesou contra o atleta o fato de ser reincidente. Em julho do ano passado, pouco mais de um ano atrás, o lateral deu uma cotovelada em Marcelo Cordeiro (assista no vídeo abaixo) em jogo entre Bahia e Vila Nova e foi punido com quatro jogos. Depois, chegou até a ser afastado do elenco tricolor e emprestado ao Náutico.

Por meio de sua assessoria de imprensa, o Paysandu informou ao UOL Esporte que o clube, através do advogado Osvaldo Sestário, irá recorrer da decisão. O próximo compromisso do time paraense está marcado para o próximo sábado (27), contra o Internacional, no Mangueirão, pela terceira rodada da Série B.

UOL Cursos Online

Todos os cursos