Inter inicia 'era Guto' com força-tarefa diante de maratona na Série B

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • Reprodução/SC Internacional

    Treinador assumiu após queda de Zago e comandou dois treinos antes da estreia

    Treinador assumiu após queda de Zago e comandou dois treinos antes da estreia

A estreia de Guto Ferreira, neste sábado (3), também marca o início de uma maratona para o Internacional na Série B: sete jogos em 21 dias. Para encarar a sequência e obter resultados, o Colorado deflagra diante do Juventude, a partir das 19h (Brasília) uma espécie de força-tarefa. Menos riscos, controle do jogo e vitórias como for possível.

O novo treinador admite que o começo do trabalho terá de ser em um regime de exceção. Sem tempo para treinar, aprimorar e montar o time como deseja, de acordo com seus conceitos, Guto Ferreira deve investir bastante na bola parada e nas transições rápidas. O aspecto físico será um dos grandes desafios do trabalho.

"Aqui não vamos ter folga até a décima rodada. É difícil, vamos ter de achar um meio termo para trabalhar a equipe. Meu trabalho é embasado em repetição", comentou Guto.

Depois de encarar o Juventude em casa, pela quarta rodada da segunda divisão, o Inter visita o Figueirense. Volta a Porto Alegre e recebe o Náutico, em 10 de junho. Três dias depois, pega o América-MG em Belo Horizonte e na sequência visita o Santa Cruz, no Recife. No dia 20, volta ao Beira-Rio e mede forças com o Paraná. Quatro dias mais tarde, fecha a maratona diante do Brasil de Pelotas, no estádio Bento Freitas.

"O Inter é o time que todo mundo quer bater. Pela grandeza, todo mundo quer tirar uma casquinha. Qualquer um, se tiver um resultado positivo, vai ser manchete. O Inter tem de nivelar na disposição e na qualidade fazer a diferença", afirmou o treinador.

Além dos trabalhos no campo, Guto Ferreira também tem a missão de alterar a mentalidade do time e a maneira como a equipe encara os jogos. O diagnóstico da diretoria, externado pelo novo comandante em entrevista coletiva, é que houve falha na adaptação a um campeonato onde os adversários vão jogar fechados e cheios de vontade.

"É um desafio, sim. A busca da mentalidade de Série B. A entrega. Como eu falei, os jogadores tem que nivelar a disposição e a qualidade vai fazer a diferença", reiterou Guto.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL X JUVENTUDE

Data e hora: 03/06/2017 (sábado), às 19h (Brasília)
Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Marcelo Aparecido R. de Souza (SP)
Auxiliares: Anderson José de Moraes Coelho e Bruno Salgado Rizo (ambos de SP)

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; Junio, Ortiz, Cuesta e Carlinhos; Dourado, Edenílson, Uendel, D'Alessandro; Pottker e Nico López
Técnico: Guto Ferreira

JUVENTUDE: Matheus Cavichioli; Tinga (Vinícius), Domingues, Ruan Renato e Bruno Collaço; Fahel, Lucas, Juninho, Leílsone e Ramon (Caprini); Tiago Marques
Técnico: Gilmar Dal Pozzo
 

UOL Cursos Online

Todos os cursos