Inter fecha treino e Guto Ferreira faz mistério sobre alterações no time

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Jeferson Guareze/AGIF

    Inter pode ter mudanças táticas e em nomes para pegar o Figueirense pela Série B

    Inter pode ter mudanças táticas e em nomes para pegar o Figueirense pela Série B

O Inter não abriu sequer o aquecimento do treinamento desta segunda-feira (05). Com portas fechadas, no Beira-Rio, o técnico Guto Ferreira, esconde as alterações táticas no time.

Tudo em razão do empate contra o Juventude. Em sua estreia, Guto mostrou-se preocupado. Começou o jogo com a base da formação adotada por seu antecessor, Antonio Carlos Zago, mas logo no intervalo alterou drasticamente a formação.

Não apenas nos nomes, mas na montagem do time. A equipe passou do 4-3-3 para o 4-2-3-1, com D'Alessandro centralizado pela primeira vez na temporada. E isso pode ser seguido para o duelo com o Figueirense, na terça, em Santa Catarina.

Só que tal situação só será certeza momentos antes do jogo. William e Marcelo Cirino devem seguir fora. Na defesa, Léo Ortiz, que falhou no compromisso anterior, deve deixar a equipe para entrada de Danilo Silva.

A tendência de time aponta: Danilo Fernandes; Junio, Danilo Silva, Victor Cuesta e Uendel (Carlinhos); Rodrigo Dourado, Edenílson, Eduardo Sasha (Carlos), D'Alessandro e William Pottker; Nico López.

Há três jogos sem vitória, o Inter conviveu com protesto da torcida após o 1 a 1 com o Juventude, no Beira-Rio. Na terça-feira às 20h30 (de Brasília) o Figueirense é adversário pela quarta rodada da Série B. 

UOL Cursos Online

Todos os cursos