Guto lembra Zago e divide mérito de vitória com titulares ausentes no Inter

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Duarte/Inter

    Guto Ferreira, técnico do Inter, dividiu méritos na hora de comemorar sua primeira vitória

    Guto Ferreira, técnico do Inter, dividiu méritos na hora de comemorar sua primeira vitória

O Inter preservou seis titulares, entre eles o principal jogador do time, D'Alessandro. E ainda assim venceu o Figueirense nesta terça-feira (06) por 2 a 1. Ao quebrar o jejum na Série B, o técnico Guto Ferreira lembrou seu antecessor e dividiu os méritos com quem não estava ali.

"O espírito já começou após jogo lá (contra o Juventude, empate em 1 a 1). Não podemos deixar de fora deste grupo os que ficaram (em Porto Alegre). Quem construiu isso não fui eu, foram eles. Começando a se cobrar pós jogo lá. Quem treinou hoje pela manhã, estava com este espírito. É a mesma intensidade, vontade dos que estavam hoje. Logicamente é uma equipe como foi montada, como não tem um conjunto tão grande, pode não ter conseguido se impor muito. Mas marcou com uma vontade muito grande, e a estratégia deu certo. A medida que se faz vitórias como esta você eleva a auto estima de todos, usa jogadores que não jogavam regularmente e todos se sentem importantes. Mas não parto do zero. Teve um trabalho muito bom do Antonio Carlos aqui. Senão não conseguiríamos desenvolver. Tudo é um somatório, ninguém faz nada sozinho. É principalmente os atletas, a direção, estafe, torcida, todos jogam juntos. Ninguém faz nada sozinho. O grupo está de parabéns. A alma colorada hoje foi muito forte e construiu a vitória", disse Guto Ferreira.

O Inter sofreu bastante. Marcou no começo do jogo, sofreu empate e o Figueirense cresceu. Quase virou o jogo e Danilo Fernandes brilhou. Em seguida, Diego deu a vitória ao Colorado.

"Você não trabalha só a parte física. Técnica, tática, tenho um modelo de jogo e preciso alinhar isso treinando. E como eu pude criar este espaço? Acreditando neles (reservas). Enquanto recuperavam o jogo de sábado, treinei com este grupo. Enquanto estes caras jogaram, treinei o outro grupo. Amanhã posso fazer um trabalho mais tático. E assim vai se montando um quebra-cabeças. Uma peça, outra peça e daqui a pouco se junta. Vai demorar? Sim, vai. Mas espero ir construindo com vitórias para ali na frente ter uma estrutura de jogo impositiva que queremos. Volto a falar, o Antonio Carlos deixou muita coisa positiva. O Inter não parte do zero. O trabalho dele teve qualidade, sim. Não teve resultados e saiu por causa disso. Mas o Inter jogou para caramba outros dois jogos, e os gols não saíram. Hoje saíram. Mais sorte agora do que antes", disse.

O Internacional encara, no sábado, o Náutico no Beira-Rio. A reapresentação e treinamento também com os titulares que não jogaram nesta terça ocorrerá na quarta-feira à tarde.

UOL Cursos Online

Todos os cursos