Pottker se perde ao contar pênaltis em vitória do Inter: "Muito atípico"

Do UOL, em Porto Alegre

  • VINíCIUS COSTA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

    Atacante cobrou dois dos quatro pênaltis do Inter contra o Náutico e fez um gol

    Atacante cobrou dois dos quatro pênaltis do Inter contra o Náutico e fez um gol

A chuva de pênaltis em Internacional e Náutico fez muita gente perder as contas. William Pottker também. Autor de duas assistências, um gol e penalidade errada, o atacante chegou a citar número equivocado ao falar do jogo atípico. Apesar do ato falho, o camisa 99 ajudou o Colorado a vencer a primeira partida em casa na Série B.

"Foi um jogo muito atípico, jamais tinha vivido essa situação de três pênaltis marcados... Quatro? A gente até perde as contas. Mas o importante foi vencer", disse Pottker.

O jogo mudou completamente no começo do segundo tempo com três pênaltis marcados a favor do Inter. O primeiro foi após Nirley puxar a camisa de Marcelo Cirino. O segundo ocorreu depois do mesmo zagueiro botar a mão na bola em cima da linha. E o terceiro foi assinalado depois de Pottker ser empurrado por Darlan. Aos 44 minutos do segundo tempo o Internacional teve mais um pênalti a seu favor. Tiago Cardoso derrubou Juan.

A primeira cobrança foi convertida por Pottker. Com um chute forte, alto, no meio do gol. O segundo pênalti foi batido por D'Alessandro, que também fez. O terceiro ficou a cargo de Marcelo Cirino e terminou nas mãos do goleiro. O quarto, outra vez executado por Pottker, também não terminou no fundo da rede.

"Iniciamos bem, com intensidade alta e chances boas de gol. Logo depois de tomar o gol abaixamos a guarda, mas voltamos forte. Colocamos intensidade, o Cirino entrou muito bem. Ele é muito intenso", opinou William Pottker.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos