Inter volta a falhar na bola aérea, cede empate ao América-MG e deixa G-4

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Duarte/Divulgação

    Internacional e América-MG se enfrentam pela Série B do Brasileirão

    Internacional e América-MG se enfrentam pela Série B do Brasileirão

O Internacional começou bem, mas falhou novamente na bola aérea defensiva. Com isso, cedeu empate em 1 a 1 ao América-MG nesta terça-feira (13), no Independência, pela sétima rodada da Série B. O resultado freia uma série de vitórias e derruba o clube gaúcho do G-4. 

Seria a terceira consecutiva, mas acabou não acontecendo. Com 12 pontos, o Colorado caiu para 5º na classificação da competição. Foi ultrapassado pelo Santa Cruz e viu o líder, Juventude, abrir quatro na frente. Já o América-MG é 12º com 9 pontos. Na próxima rodada os gaúchos visitam o Santa Cruz e os mineiros encaram o Oeste-SP. Ambos os jogos serão no sábado.

O jogo parecia controlado pelos gaúchos depois do primeiro tempo, quando o 1 a 0 parecia pouco dentro da criação do time. Mas logo no início da etapa final o terror da bola aérea defensiva voltou. O gol de Rafael Lima foi o 13º desta forma nos 33 sofridos pelo Colorado na temporada. Ou seja, 40% do total. 

Nico López brilha em 45 minutos

O primeiro tempo de Nico López foi um de seus melhores com a camisa do Inter. Autor do gol, o uruguaio ainda fez ótimas jogadas e por pouco não ampliou. Com a queda de rendimento na etapa final, passou a aparecer menos em campo. 

Danilo Silva falha em gol do América-MG

A bola aérea defensiva voltou a atrapalhar o Internacional. Assim como os colegas de zaga em outras oportunidades, Danilo Silva foi o vilão da vez ao não conter Rafael Lima no gol dos locais. 

Inter perde Pottker com cinco minutos, mas Nico marca

William Pottker jogou apenas cinco minutos como centroavante. O novo posicionamento pouco pôde ser testado graças a uma lesão. Ao receber lançamento, ele sentiu uma lesão muscular no adutor da coxa esquerda e precisou dar lugar a Nico López. E o uruguaio, que tinha perdido espaço no time, precisou de apenas uma chance para abrir o marcador, aos 19 minutos.

América-MG começa bem, mas Inter tem melhores chances

Foi o América-MG que começou pressionando. O time dono da casa criou, logo aos 9 minutos, uma boa chance de gol. Bill obrigou Danilo Fernandes a uma difícil defesa. Mas foi só. A partir dos 10 minutos de jogo, o Colorado assumiu o comando. Marcou com Nico López aos 19 e por pouco não ampliou graças a boas movimentações do uruguaio. Foi acuado apenas em lances eventuais originados a partir de contra-ataques.

Bola aérea dá empate ao América-MG

Quando o Internacional tinha o jogo controlado, uma falha que acompanhou a equipe durante toda temporada se fez presente novamente. A bola aérea defensiva. Uma falta erguida em direção à área foi concluída por Rafael Lima e acabou na igualdade no placar. Dos 33 gols sofridos na temporada, 13 foram desta forma, totalizando 40%. 

D'Alessandro fora do próximo jogo

D'Alessandro recebeu cartão amarelo no segundo tempo do jogo por reclamação. Como foi o terceiro, está fora do jogo contra o Santa Cruz, no sábado. O mesmo vale para o volante Fabinho. 

FICHA TÉCNICA
AMÉRICA-MG 1 X 1 INTERNACIONAL


Data: 13/07/2017 (Terça-feira)
Local: estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Antonio Dib Moraes de Souza
Auxiliares: Cleriston Clay Barreto Rios e Rogério de Oliveira Braga
Cartões amarelos: Fabinho (INT), D'Alessandro (INT), Nico López (INT); 
Gols: Nico López, do Inter, aos 19 minutos do primeiro tempo; Rafael Lima, aos 7 minutos do segundo tempo; 

AMERICA-MG
João Ricardo; Norberto, Messias, Rafael Lima e Ernandes; Willian, Zé Ricardo (Cristian), Gerson Magrão (Matheusinho) e Hugo Cabral; Luan (Renan Oliveira) e Bill.
Técnico: Enderson Moreira

INTERNACIONAL
Danilo Fernandes; Edenílson, Léo Ortiz, Victor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado (Charles), Fabinho, Marcelo Cirino, D'Alessandro e Carlos (Juan); William Pottker (Nico López).
Técnico: Guto Ferreira

UOL Cursos Online

Todos os cursos