O que o Inter espera ter ganho com semana de 'exílio' em resort

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Duarte/Inter

    Jogadores do Internacional participam de treinamento em resort em Viamão

    Jogadores do Internacional participam de treinamento em resort em Viamão

Nesta sexta-feira o Internacional volta a Porto Alegre. Depois de quatro dias de treinamento e concentração em um resort em Viamão, na região metropolitana de Porto Alegre, o elenco vermelho retoma trabalhos no CT Parque Gigante. E espera ganhar uma série de fatores que contribuirão positivamente até o fim do ano.

Não será apenas técnico ou físico o ganho do Internacional. Na avaliação do clube, os benefícios de permanecer 'exilado' por quase uma semana vão além do que se pode ver em campo. O elenco regressará a campo mais leve e melhor avaliado.

Guto Ferreira observa comportamentos

Guto Ferreira conviveu pouco com o elenco do Inter. Contratado no início do mês, o treinador acompanhou apenas uma dura série de dois jogos por semana. Foram raros momentos com o grupo completo. Sejam eles de concentração ou jogando.

Por isso, o tempo em Viamão serviu para o treinador conhecer mais profundamente as reações e a conduta de cada um dos atletas. Ver de perto o que pode esperar dos jogadores que têm à disposição. Estabelecer relação mais próxima e ganhar a confiança dos atletas, algo fundamental pelo melhor rendimento.

Sem pressão, cobrança ou protesto

A rotina de protestos atrapalhou o Internacional. Tanto que lideranças do elenco pediram paciência à torcida durante a semana que antecedeu o jogo contra o Brasil de Pelotas. Foram vários atos dos aficionados após infortúnios em casa que vão desde xingar os jogadores e os dirigentes até quebrarem cadeiras e arremessarem no gramado. Até mesmo em um treinamento teve gritos contra o comando do time. O período longe acalmou o ambiente e diminuiu a chance de novas cobranças, ao menos durante as atividades.

Descanso, controle e trabalho

Uma das alegações para a oscilação de rendimento do Inter era o desgaste físico. Com jogos em série e sem tempo para recuperação, a comissão técnica chegou a preservar alguns jogadores e reclamou algumas vezes da queda na condição atlética ao fim dos jogos.

Com tempo de descanso, controle de alimentação e trabalhos medidos durante a intertemporada, o Internacional espera amenizar os efeitos dos repetidos jogos até agora.

Tempo para impor seu estilo de jogo

Finalmente Guto Ferreira teve tempo. Depois de assumir a equipe em meio a uma sequência de partidas, o treinador poderá colocar suas ideias de futebol em prática. Até então, a falta de períodos de treino era alegação para tropeços. Guto pediu tempo mais de uma vez. Enfim o teve e poderá utilizar o esquema tático e a ideia de jogo que preferir.

O Internacional testará todas estas evoluções no sábado. O Boa Esporte será adversário, no Beira-Rio, às 16h30 (de Brasília).

UOL Cursos Online

Todos os cursos