Inter banca sequência de Guto Ferreira apesar de protestos: "convicção"

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Jeferson Guareze/AGIF

    Guto Ferreira foi bancado pela direção do Internacional após derrota em casa

    Guto Ferreira foi bancado pela direção do Internacional após derrota em casa

O vice de futebol do Internacional, Roberto Melo, voltou a bancar a permanência do técnico Guto Ferreira. Após a derrota para o Boa Esporte e um forte protesto da torcida, o dirigente disse ter convicção no trabalho.

"Temos convicção (no trabalho). É a primeira derrota do Guto. Não tivemos bons desempenhos, é verdade. Mas tivemos tempo para treinar só agora. E novamente não tivemos bom desempenho. Agora temos uma semana cheia com seis ou sete retornos. E tenho convicção no trabalho da comissão técnica e do Guto. Sabíamos que seria difícil, mas não tanto dentro de casa. Temos que achar uma maneira de jogar dentro de casa. Fora de casa temos ido melhor", afirmou o responsável pelo futebol do Inter.

O Colorado não conseguiu furar o bloqueio defensivo do Boa Esporte. De quebra, levou um gol no segundo tempo e mesmo ficando com um jogador a mais depois da expulsão de Julio Santos acabou perdendo.

Depois da partida, a torcida colorada protestou forte. Com ação da Brigada Militar no pátio da casa vermelha para evitar vandalismo, bombas de efeito moral e spray de pimenta foram utilizados. Carros de veículos de comunicação foram depredados, os torcedores usaram pedras e garravas e o cenário foi de confronto evidente.

"Os protestos desde que não sejam violentos são normais. Depois do jogo quando o desempenho não é bom, não vejo problema. Mas a torcida nunca abandonou o time. Mesmo no ano passado, foram até o final apoiando. Precisamos do torcedor", disse Melo.

O tropeço do Inter veio logo após uma semana inteira de intertemporada em um resort na região metropolitana de Porto Alegre.

"Não foi um fracasso (o período recluso). O que não aconteceu foi treinado lá. Não conseguimos desempenhar durante o jogo. Isso aconteceu. Tivemos e estamos tendo imensas dificuldades no Beira-Rio. Mesmo com apoio do torcedor, não estamos sabendo furar o bloqueio dos times que vem jogar fechados. Não estamos conseguindo furar estes bloqueios e temos que encontrar esta maneira. Temos jogado melhor fora de casa. A melhor da competição. Temos que achar uma forma de jogar no Beira-Rio", finalizou.

UOL Cursos Online

Todos os cursos