Brenner vê Inter 'de passagem' na Série B e diz que pressão é normal

Marinho Saldanha

Do UOL, em Viamão (RS)

  • Ricardo Duarte/Inter

    Brenner, atacante do Inter, diz que a pressão por melhores resultados é normal

    Brenner, atacante do Inter, diz que a pressão por melhores resultados é normal

O centroavante Brenner foi sincero ao avaliar a presença do Inter na Série B. Segundo ele, o time vermelho está 'de passagem' pela divisão inferior e a pressão pelo regresso é normal.

"O momento é difícil. Sabemos o potencial que o grupo tem e é qualidade de Série A. Um potencial enorme. E como foi traçado no começo do ano, o Inter está de passagem (pela Série B). Temos totais condições de estar na Série A no ano que vem", disse o jogador.

O Colorado está fora da zona de classificação para a primeira divisão. Em quinto, o Colorado vem de uma derrota para o Boa Esporte em casa. E depois do jogo, a torcida protestou muito e entrou em confronto com a Brigada Militar.

"A pressão é normal, entendemos a torcida pelo momento e pelo que vem acontecendo. Não queríamos que isso tivesse acontecendo com a gente dentro de campo. Sabemos da pressão que é jogar no Inter, é normal", afirmou.

O Colorado tratou de evitar qualquer manifestação da torcida. Optou por treinar em um resort afastado de Porto Alegre e reforçou a segurança contra manifestações.

"A opção de vir para cá (treinar em Viamão, na região metropolitana de Porto Alegre) é apra ter mais tranquilidade de trabalhar. Sábado conseguiremos nada menos que a vitória", afirmou.

Em casa, o Inter tem a quarta pior campanha da Série B. E tal problema está sendo atacado durante os treinamentos. Furar bloqueios de equipes fechadas e conseguir se adaptar à imposição da torcida serão os pontos trabalhados durante mais uma semana de atividades.

"Temos encontrado dificuldades, mas temos que encontrar o mesmo desempenho de fora de casa. Vamos conseguir achar os problemas e resolver isso nos treinamentos", afirmou. "O torcedor é reflexo do jogo. Querem que esteja ganhando porque é o Inter contra um time pequeno em casa... A pressão é toda nossa. E os adversários jogam fechados, atrás da linha, por uma bola... Não tem mais bobo no futebol. Vamos trabalhar para resolver isso", finalizou.

O Inter volta a campo para encarar o Criciúma. O jogo será no próximo sábado às 16h30 (de Brasília) no Beira-Rio. 

UOL Cursos Online

Todos os cursos