Goiás e Vila Nova perdem cinco mandos de campo por pancadaria em clássico

Do UOL, em Santos (SP)

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) julgou na manhã desta terça-feira (4) as cenas lamentáveis protagonizadas por torcedores de Goiás e Vila Nova no clássico do dia 4 de julho, no Serra Dourada, pela Série B. Os dois clubes acabaram punidos da mesma forma, com a perda de cinco mandos de campo e uma multa de R$ 50 mil. Proferida por unanimidade dos votos, a decisão cabe recurso.

Vale lembrar que as perdas de mando de campo deverão ser cumpridas a uma distância de 200 km de Goiânia. Sendo assim, os estádios favoritos a receberem os jogos de Goiás e Vila Nova são o Juscelino Kubitschek, em Itumbiara (GO), e o Mané Garrincha, em Brasília.

"O Goiás Esporte Clube comunica que, através de seu departamento jurídico, irá impetrar, ainda nesta semana, o recurso cabível para a punição imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva, por conta dos incidentes ocorridos no último clássico, contra o Vila Nova, no dia 24 de junho. A partida contra o Luverdense, marcada para sexta-feira, dia 7, às 20h30, está mantida no estádio Olímpico", informou o Goiás.

A partida, que terminou com vitória do Vila por 2 a 0, ficou marcada pelo confronto entre torcedores dos dois times dentro do Estádio Serra Dourada, em Goiânia, após o apito final. Além disso, antes do jogo, o integrante de uma organizada esmeraldina foi morto a caminho do clássico.

"Temos a denúncia no artigo 213 pela desordem e as provas de vídeos vimos cenas lamentáveis e uma verdadeira batalha campal. Torcedor descordado levando golpes, crianças presentes, polícia lançando bombas. Vimos que a agremiação visitante juntou provas tentando a identificação de torcedores, mas no entanto vimos que foram centenas de pessoas", justificou João Rafael, procurador do STJD.

"Restou caracterizada a infração e ambos merecem ser punidas por torcidas das duas agremiações estarem envolvidas no conflito. Os clubes são reincidentes específicos em desordens e merecemos punir severamente, uma punição exemplar para  torcida sinta que está prejudicando seu próprio clube", acrescentou.

UOL Cursos Online

Todos os cursos