Guto diz que jogo do Inter 'não fluiu' contra o CRB: "Ficamos aquém"

Do UOL, em Porto Alegre

  • ROBERTO VINÍCIUS/ESTADÃO CONTEÚDO

    Treinador ainda citou desempenho do Inter como mandante ao falar da campanha

    Treinador ainda citou desempenho do Inter como mandante ao falar da campanha

Um jogo sem fluência, uma atuação bem abaixo do esperado e uma derrota frustrante. Depois de levar 2 a 0 do CRB, em Maceió, Guto Ferreira reconheceu a jornada ruim do Internacional fora de casa e voltou a citar o desempenho no Beira-Rio ao falar da pontuação na Série B.

Com a derrota, o Inter estacionou nos 21 pontos e perdeu posições na tabela. Além de se distanciar da zona de acesso à Série A.

"A coisa não fluiu do jeito que a gente esperava. Ficamos bem aquém, infelizmente fomos batidos e agora é olhar para frente. Temos que fazer dentro de casa os pontos que não podemos mais perder. A campanha fora é boa, nos colocaria na Série A, mas a campanha em casa é péssima. Agora, mais do que nunca, temos que buscar melhoria de desempenho e resultados", disse o treinador do Inter.

O CRB não fez uma partida brilhante. Mas o Inter foi quase nulo ofensivamente nos dois tempos. O primeiro gol da partida foi de Diego, aos 44 da primeira etapa. Flavio Boaventura ampliou no último minuto do segundo tempo.

"Você trabalha como repórter, né? E tem que indagar, está certo, mas se colocando do lado de cá as coisas nem sempre acontecem na velocidade que se espera. É um campeonato e tem muita coisa para acontecer. O tempo é muito relativo. Daqui a pouco a gente engrena. Você cai, levanta, cai e levanta. E vem mais forte", respondeu Guto Ferreira ao falar do desempenho à frente do Internacional.

Depois de um primeiro tempo ruim, o Inter começou a etapa final melhor. A melhoria não se manteve e o Colorado passou a ficar mais exposto. Menos efetivo no ataque. E as substituições não ajudaram, pelo contrário.

"A gente procurou intensidade, o Claudio vinha com dificuldade pela beirada. O Edenílson passa bem ali. O Carlos foi para nos trazer intensidade. Aquela coisa, né? Quando dá certo você é bestial. Quando não dá, é besta. Hoje eu fui besta", afirmou o treinador.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos