Geninho pede demissão e deixa o ABC após um ano e meio no comando

Do UOL, em Santos (SP)

  • Divulgação/ABC

    Técnico Geninho estava no ABC desde fevereiro de 2016

    Técnico Geninho estava no ABC desde fevereiro de 2016

Geninho não é mais técnico do ABC. Ele pediu demissão após a derrota por 1 a 0 para o América-MG, na última terça-feira (18), em pleno Frasqueirão. Foi o sétimo revés consecutivo na Série B.

"O ABC informa que, em reunião realizada pela manhã, Geninho entregou o cargo e dará uma entrevista coletiva, às 15h, no auditório do Clube", informou o clube potiguar.

Geninho deixa o ABC após quase um ano e meio - foi contratado pelo clube em fevereiro de 2016. Neste período, conquistou títulos e subiu o time da Série C para a Série B.

"Foram um ano e cinco meses de muito trabalho por aqui. Quando cheguei, em fevereiro de 2016, recuperamos o time e conquistamos a Copa Rio Grande do Norte e o Campeonato Potiguar. Continuamos com o planejamento e cumprimos o objetivo do acesso à Série B. Para 2017, reformulamos o elenco e mantemos o foco no estadual conquistando o bicampeonato e chegamos a terceira fase da Copa do Brasil", recordou.

"Nesse momento, as coisas não estão rendendo como o esperado e acredito que a mudança é necessária. Já havia entregado o cargo há umas rodadas atrás, mas a pedido da diretoria, jogadores e torcida permaneci. Agora é definitivo. Agradeço essa oportunidade e desejo muita sorte a todos. È um clube de muita tradição que merece colher melhores frutos na Série B", completou.

Ele deixa o comando com o time na vice-lanterna da tabela, com apenas 12 pontos, à frente apenas do Náutico, que soma sete.

Uma reunião no ABC já na tarde deste quarta-feira (19) deve definir um novo nome para comandar o time na sequência da temporada.

UOL Cursos Online

Todos os cursos