Inter espanta crise na Série B, vence o Oeste e dorme no G-4

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Duarte/Divulgação

    Uendel comemora seu gol pelo Internacional contra o Oeste

    Uendel comemora seu gol pelo Internacional contra o Oeste

Se a crise era recorrente no Inter, se Guto Ferreira poderia ser demitido imediatamente, se a Série B estava sendo mais difícil do que o esperado, se o G-4 parecia distante na tabela. Nada disso importou ao Internacional. Nesta terça-feira (25), o Colorado fez um bom primeiro tempo, reduziu ritmo no segundo mas o suficiente para vencer o Oeste por 2 a 0, no Beira-Rio.

A vitória estabilizou, ao menos momentaneamente, um ambiente muito complicado. A direção cobrou muito forte do técnico Guto Ferreira depois da derrota para o Vila Nova-GO no último sábado. Queria rendimento e resultado nos dois jogos em casa. O primeiro já veio. O próximo é contra o Goiás, na terça-feira seguinte.

O reflexo da vitória na classificação é o pulo para o G-4. Ao menos por enquanto o Internacional é quarto colocado com 27 pontos. Precisa de tropeços de Vila Nova-GO, CRB e Londrina para seguir ali. Com 23, o Oeste ocupa a 10ª posição e na próxima rodada encara o ABC-RN.

Envolvido em negociação, Sasha faz melhor jogo do ano

Eduardo Sasha foi destaque absoluto do Inter no primeiro tempo. Envolvido em negociação com o São Paulo e a possível troca por Wellington Nem, o jogador mostrou que está com a cabeça no Beira-Rio. Se esforçou, correu, chutou, marcou, disputou jogadas. E foi premiado com o primeiro gol do jogo. Fez, sem dúvida, sua melhor partida na temporada até agora. Saiu aplaudido aos 40 do segundo tempo. 

Leandro Amaro e uma série de falhas

O zagueiro Leandro Amaro cometeu ao menos cinco falhas em lances simples. Errou tempo de bola, deu espaço no segundo gol do Inter, esteve fora do lugar, se complicou em passes. Resumidamente: uma noite para esquecer. 

Inter martela atrás do gol. E consegue

O Colorado fez o que a torcida esperava. Pressionou, mandou no Oeste desde o início do jogo. Empenhado, deu argumentos para mudança de conduta dos aficionados. Nada de protesto ou reclamações. Mas aplausos. Com três atacantes, D'Alessandro como armador, o time ainda abusou de jogadas de flanco, cruzou muito mesmo sem ter um centroavante, mas contou com boas conclusões de Sasha. O extremo do lado direito por pouco não marcou aos 11 minutos. Aos 21 obrigou o goleiro Rodolfo a uma difícil defesa. E tanto fez que aos 45 colocou de cabeça no fundo da rede rival.

Saem vaias, entram aplausos

Fazia tempo que o Inter ouvia vaias ao deixar o campo do Beira-Rio. Mas o som de xingamento e reclamação não esteve presente uma vez sequer nesta terça-feira. Com apito encerrando o primeiro tempo - quando normalmente ocorriam os primeiros focos de vaia - aplausos e os gritos de quem estava satisfeito com empenho e a atuação do time. O ambiente, que por vezes atrapalhou, apenas ajudou a equipe em campo.

O gol do empenho decide o jogo

Uma das principais cobranças da torcida do Inter dizia respeito a empenho. E foi tudo que o Colorado mostrou no segundo gol. Começou quando uma bola despretensiosa rebatida por Junio acabou deixando Nico López livre. O gringo daria um chapéu no goleiro Rodolfo, mas o camisa 1 do Oeste acabou acertando a bola, que sobrou para Uendel, que tentou encobrir e colocou na trave. Depois veio Pottker e tentou concluir, a zaga abafou, Sasha participou do lance que sobrou de novo para o ex-corintiano. Desta vez ele bateu forte e marcou. 2 a 0 e jogo decidido. 

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 2 X 0 OESTE


Data: 25/07/2017 (Terça-feira)
Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Claudio Francisco Lima Silva (SE)
Auxiliares: Cleriston Clay Barreto e Ailton Farias da Silva (ambos de SE)
Renda: R$ 268.348,00
Público: 21.118 (total)
Cartões amarelos: Nico López (INT), Danilo Silva (INT) D'Alessandro (INT); Velicka (OES), Lídio (OES), Rodrigo Sam (OES), William Cordeiro (OES);
Gols: Eduardo Sasha, do Inter, aos 45 minutos do primeiro tempo; Uendel, do internacional, aos 24 minutos do segundo tempo; 

INTERNACIONAL
Danilo Fernandes; Fabinho (Junio), Klaus, Danilo Silva (Léo Ortiz) e Uendel; Charles, Edenílson e D'Alessandro; William Pottker, Eduardo Sasha (Gutiérrez) e Nico López.
Técnico: Guto Ferreira

OESTE
Rodolfo; Willian Cordeiro, Rodrigo Sam, Leandro Amaro e Velicka (Daniel Borges) (Henrique); Lídio, Betinho e Mazinho; Jheimy (Alexandro), Danielzinho e Gabriel Vasconcelos.
Técnico: Roberto Cavalo

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos