Arrancada ajuda, mas recorde da Série B é quase impossível para o Inter

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Duarte/Divulgação

    Com seis vitórias seguidas, o Inter assumiu o 1º lugar na Série B, mas recorde é difícil

    Com seis vitórias seguidas, o Inter assumiu o 1º lugar na Série B, mas recorde é difícil

As seis vitórias seguidas na Série B animaram o Inter a ponto do clube reviver um dos objetivos do começo da temporada: bater recordes. O principal era subir para a primeira divisão como maior pontuador da segunda divisão no formato atual, utilizado desde 2006. Mesmo com a melhora evidente, porém, tal posto é praticamente impossível.

Não foi nem será tratado publicamente o desejo de atingir marcas históricas na Série B. O discurso padrão valoriza primeiro subir, depois quem sabe ser campeão. Mas tomar o posto de melhor campanha da história da competição daria ao Colorado uma condição diferenciada em um ano complicado de sua história.

Só que isso tornou-se quase impossível. Os repetidos tropeços, principalmente em casa, no começo da competição, complicaram a projeção, forçando uma troca de treinador e desencadeando um processo de revolta da torcida, por vezes até com violência. A sequência colocou o Colorado em desvantagem em relação ao melhor participante da Série B: o Corinthians de 2008.

Na ocasião, o clube paulista somou 85 pontos, com 74% de aproveitamento. Matematicamente ainda é possível atingir essa marca, mas teria de ser uma campanha quase perfeita. Com 16 jogos para o fim do torneio, há 48 pontos em disputa, sendo que o Inter soma 42 já conquistados. Assim, pode ir a 90 se ganhar todos os duelos, podendo perder um e empatar um, no máximo, para atingir os 85 dos paulistas. O aproveitamento até o fim do certame precisaria ser 89%.

O segundo lugar é mais possível. A campanha da Portuguesa, em 2011, no time que foi apelidado de 'Barcelusa', teve 81 pontos na competição. Para isso o Inter precisa somar mais 40, ou seja, ganhar 13 das 16 partidas que faltam e empatar uma, podendo perder duas. Ainda assim, uma tarefa bem difícil.

A medalha de bronze fica com o Palmeiras de 2013, com 79 pontos. Para igualar o Verdão, o Inter precisa de 37 pontos, ou 12 vitórias e um empate, com três derrotas possíveis.

O Colorado lidera a segunda divisão nacional e comemora, principalmente, os pontos de diferença para o primeiro fora da zona ida para Série A. Em relação ao quinto colocado, o time gaúcho já tirou 8 pontos. O próximo compromisso será contra o Juventude, sábado, às 16h30 (de Brasília) no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul.

Confira o ranking de melhores campanhas da Série B desde 2006 (formato atual).

Corinthians (2008) - 85 pontos
Portuguesa (2011) - 81 pontos
Palmeiras (2013) - 79 pontos
Goiás (2012) - 78 pontos
Vasco (2009) - 76 pontos
Atlético-GO (2016) - 76 pontos
Botafogo (2015) - 72 pontos
Coritiba (2010) - 71 pontos
Atlético-MG (2006) - 71 pontos
Joinville (2014) - 70 pontos
Coritiba (2007) - 69 pontos

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos