"Somos o time a ser batido", diz atacante do Inter após série positiva na B

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Duarte/SC Internacional

    Eduardo Sasha acredita que todos os rivais queiram bater o Internacional

    Eduardo Sasha acredita que todos os rivais queiram bater o Internacional

O Inter espera uma batalha muito dura em Caxias do Sul. Adversário no próximo sábado, o Juventude testará a nova fase da equipe de Porto Alegre, que na avaliação do atacante Eduardo Sasha tornou-se o time a ser batido na competição.

"Após estas seis vitórias consecutivas, somos o time a ser batido. Todo time adversário vai querer quebrar essa sequência do Inter porque tem uma vitrine maior fazendo isso. E quando se trata do Juventude, um adversário do Estado, isso se torna maior ainda. É sempre muito difícil jogar lá, pela rivalidade que tem", disse.

O Colorado tornou-se líder da segunda divisão na última rodada. Está com 42 pontos e só vence há seis rodadas.

"Sabemos o caminho e temos que manter a mesma forma que estávamos jogando antes da parada. Ir para Caxias com a mesma vontade e buscar os três pontos", explicou Sasha.

Uma vitória pode fazer o Colorado igualar a marca de triunfos seguidos do Corinthians de 2008. Na temporada em que conquistou a Série B com 85 pontos, o Timão bateu rivais por sete jornadas em série.

"É um dado importante, mas o mais importante seria nos distanciar dos adversários... Seja do quinto colocado ou do vice-líder dependendo dos resultados", finalizou.

Inter e Juventude se enfrentam no sábado às 16h30 (de Brasília), no estádio Alfredo Jaconi.

UOL Cursos Online

Todos os cursos