Guto diz que Inter se adaptou e comemora vitória em 'jogo de contato'

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Duarte/Inter

    Treinador comemorou adaptação no estilo de jogo do Inter em campo ruim

    Treinador comemorou adaptação no estilo de jogo do Inter em campo ruim

O gramado ruim do estádio Lacerdão, em Caruaru, obrigou o Internacional a se adaptar e a vitória diante do Náutico confirma que a missão foi cumprida. Após ganhar fora de casa, neste sábado (23), Guto Ferreira celebrou essa mudança do time em um jogo de maior contato e em um terreno que não favorecia o estilo de jogo de sua equipe.

A adaptação pode ser vista no gol de Leandro Damião. Ele saiu após levantamento na área de Edenilson, da intermediária, em uma clara estratégia de buscar o jogo aérea e abandonar o avanço pelo chão. De pé em pé.

"A vitória é de suma importância. Foi um futebol diferente, a equipe teve que se adaptar. Mas passamos no teste, não só pelo resultado, mas por tudo que apresentou. No todo, a equipe fez um bom primeiro tempo e melhorou ainda mais. Fez o gol, podia ter feito mais, e o goleiro fez grandes defesas", disse Guto Ferreira.

O gramado irregular do estádio do Central, cedido ao Náutico, botou o Inter em lances periclitantes. Passes errados, domínios incompletos e até chutes bem ruins.

"Em um chute do Sasha, ele engatilhou, a bola pegou no morrinho e quase saiu pela linha de lado (risos). A dificuldade do Inter, quando chegamos, era jogar jogo de contato. Vencemos", celebrou o treinador do Colorado. "É um campo onde as laterais permitem um jogo melhor e na zona central está irregular", completou mais adiante.

Com 48 pontos, o Inter voltou a encostar no América-MG. O time gaúcho fica com a liderança por conta do número de vitórias na comparação com o time de Belo Horizonte: 14 contra 13. Na quarta-feira, os dois clubes se enfrentam em Porto Alegre, pela 26ª rodada.

UOL Cursos Online

Todos os cursos