Ceará bate o Inter, que adia chegada ao 'número mágico' do acesso

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Rímoli/AGIF

    Colorado adiou chegada aos 64 pontos, marca que tradicionalmente garante acesso

    Colorado adiou chegada aos 64 pontos, marca que tradicionalmente garante acesso

O Internacional vai ter que esperar mais uma rodada para alcançar o "número mágico" para voltar à elite do futebol brasileiro. Neste sábado (28) o Colorado perdeu para o Ceará, em pleno estádio Beira-Rio, com um gol de Elton. A derrota não põe a liderança da Série B em risco, mas afeta as contas para o acesso antecipado.

Com 61 pontos, o Inter poderia ter atingido a marca que historicamente garante acesso: 64 pontos. Faltou só jogar para tal e combinar com o Ceará. O time visitante, com o placar, chega a 58 pontos e sobe para o segundo lugar.

Na próxima rodada o Internacional volta a jogar em casa. Na sexta-feira o time gaúcho recebe o CRB. Já o Ceará visita o Juventude, em Caxias do Sul, no mesmo dia.

A derrota foi consequência de uma atuação fraca do Inter. Sem Leandro Damião, o ataque do Colorado só levou perigo na reta final. Quando Guto Ferreira botou quatro atacantes e foi para o abafa total. Mas nem assim o time da casa conseguiu marcar.

Lima desequilibra e dá assistência

O camisa 45 do Ceará, emprestado pelo Grêmio e já nos planos do Tricolor para 2018, foi um dos destaques da partida. Não pela atuação em si, mas pela tomada de decisão em um lance aos 16 minutos do segundo tempo. Dentro da área, o meia aplicou bonito drible em Danilo Silva e desequilibrou a jogada que redundou em gol de Elton.

Roberson não encaixa e ataque do Inter afunda

Herdeiro da vaga de Leandro Damião, Roberson não conseguiu cumprir a missão. Recuado para abrir espaço a Eduardo Sasha e William Pottker, o camisa 19 foi um bom resumo do jogo do Internacional. Pouco inspirado, com a bola e quase nada perigoso.

Cuesta x Elton, parte II

Victor Cuesta e Elton, que protagonizaram ato de injúria racial em Fortaleza, se reencontraram. Não houve atrito, mas houve gol. O centroavante venceu a disputa com o argentino na jogada que terminou no fundo da rede. E Pedro Ken ainda reclamou do zagueiro. "Ele ficou desmerecendo a gente, falando em salário e coisas assim", disse o meia do Ceará.

Inter sofre sem Damião

Posse, circulação, mas falta de profundidade. Sem Leandro Damião para fazer o pivô, o Inter deu poucos chutes a gol e criou um domínio estéril. A saída para chegar mais próximo de marcar foi explorar a bola parada. Ainda assim o primeiro tempo terminou sem nenhuma boa chance para o Colorado abrir o placar.

No segundo tempo o ataque melhorou muito pouco e outra vez criou a melhor chance após falta levantada para área. A defesa, contudo, ficou mais exposta e pagou o preço.

Ceará mata com velocidade

Bem fechado e apostando na velocidade, o Ceará conseguiu anular as jogadas do Inter para suprir a ausência de Damião. O time visitante ainda bloqueou os lados e retirou a chance do Colorado infiltrar. Foi para o vestiário com um primeiro tempo seguro, mas o melhor estava por vir na etapa final.

Logo no primeiro minuto Ricardinho obrigou Danilo Fernandes a fazer grande defesa. Mais vertical, o Ceará marcou aos 16 depois de bonito drible de Lima e finalização de Elton.

Gramado volta a roubar a cena

O gramado do Beira-Rio voltou a se tornar personagem. Depois dos recentes shows no estádio, o Internacional plantou novas placas no campo. Visualmente o quadro melhorou, mas seguiu com lados distintos. Um plano, alto. Vistoso. Outro mais claro, ralo. E o próprio time da casa reconheceu que a diferença do piso atrapalhou.

"A nossa saída de bola está um pouco ruim. O campo está ruim, atrapalhou. A bola chegou quadrada", disse o lateral esquerdo no intervalo.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 0 X 1 CEARÁ

Data e hora: 28/10/2017 (Sábado), às 17h30 (Brasília)
Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Público: 38.022 pessoas (32.077 pagantes)
Renda: R$ 918.825,00
Árbitro: Wagner Nascimento Magalhães (RJ)
Auxiliares: Rodrigo Henrique Correa e Thiago Henrique Farinha (ambos do RJ)
Cartões amarelos: Charles, Victor Cuesta (INT); Lima, Romário , Richardson (CEA)
Gol: Elton, aos 16 minutos do segundo tempo (CEA)

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; Alemão, Danilo Silva, Victor Cuesta e Uendel; Charles (Camilo), Edenílson, D'Alessandro, William Pottker e Eduardo Sasha (Carlos); Roberson (Nico López)
Técnico: Guto Ferreira

CEARÁ: Éverson; Pio, Rafael Pereira, Luiz Otávio e Romário; Richardson, Pedro Ken (Valdo), Leandro Carvalho (Rafael Carioca), Ricardinho e Lima; Elton (Magno Alves)
Técnico: Marcelo Chamusca

UOL Cursos Online

Todos os cursos