Gols nos acréscimos rebaixam Náutico e Santa Cruz à Série C do Brasileiro

Do UOL, em São Paulo

A noite deste sábado (11) foi desastrosa para o futebol pernambucano, que teve dois de seus maiores clubes rebaixados à Série C do Campeonato Brasileiro. O Náutico perdeu por 2 a 1 do Londrina sofrendo gol nos acréscimos; enquanto o Santa Cruz levou 4 a 2 do Boa Esporte e teve a queda decretada horas, ao final do jogo do Guarani.

O primeiro a sofrer o descenso foi o Timbu. A Arena Pernambuco vazia viu o Londrina abrir o placar com Carlos Henrique pouco antes do intervalo, mas Aislan empatou de falta para o Náutico. O empate já não seria suficiente para manter vivas as esperanças do Timbu, mas a última pá de cal veio no pênalti convertido por Germano aos 47 minutos do segundo tempo.

Já o Santa Cruz sofreu duas vezes: na derrota para o Boa e na vitória do Guarani horas depois. O revés deixou a equipe pernambucana com 33 pontos, sete a menos que o Bugre, que entrou em campo na sequência. O time paulista bateu o CRB por 2 a 1 com um gol salvador também aos 47 minutos do segundo tempo.

Queda anunciada do Timbu

O rebaixamento do Náutico era impensável no início da temporada, após a equipe pernambucana bater na trave dois anos seguidos na Série B (quinto lugar em ambas as vezes). Mas logo a situação delicada tomou forma, pois o time só venceu a primeira no campeonato na 12ª rodada — contra o ABC, hoje lanterna e também rebaixado. O segundo triunfo só viria no fechamento do primeiro turno, quando o descenso já era destino praticamente selado.

Então que a degola mostrou-se cada vez mais clara rodada a rodada, de modo que o revés deste sábado só veio a sacramentar o que estava ensaiado há muitos jogos. Prova disso é o público que amargou a queda: 1.120 torcedores. O Timbu não disputa a Terceira Divisão desde 1999.

Onze jogos sem vencer derrubam Santa

Se o rival abriu a Série B com 11 rodadas sem vencer, o Santa Cruz amarga o mesmo jejum na reta final da campanha. O aproveitamento foi de mal a pior nas últimas semanas, e a derrota para o próprio Náutico, em casa, há uma semana, foi o último alerta antes do rebaixamento. O mais triste da história toda é que o elenco teve que entrar em greve há poucos dias, por falta de pagamento. Agora a equipe coral volta à Terceirona e segue na inconstância, entre rebaixamentos e acessos nas séries nacionais.

UOL Cursos Online

Todos os cursos