No maior público do Horto, América-MG vence e é bi da Série B após 20 anos

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

  • CRISTIANE MATTOS/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

    Capitão Rafael Lima fez o gol da vitória que valeu o bicampeonato da Série B ao Coelho

    Capitão Rafael Lima fez o gol da vitória que valeu o bicampeonato da Série B ao Coelho

O América-MG é bicampeão da Série B! Nesta tarde de sábado, a equipe de Enderson Moreira venceu o CRB por 1 a 0 e terminou o campeonato no topo da tabela. Depois do primeiro título na temporada de 1997, o Coelho volta a levantar o caneco da segunda divisão nacional.

Para ser campeão sem depender do Inter (que superou o Guarani), o Coelho precisava apenas fazer seu dever de casa. Diante de um Independência cheio, o time teve dificuldades, mas não decepcionou e balançou as redes com seu capitão Rafael Lima, herói da tarde.

Com o resultado, o América terminou o Brasileiro da Série B no topo com 73 pontos, enquanto o CRB encerra com uma campanha tímida, mas o suficiente para escapar do rebaixamento, com 45.

Festa começou cedo com trio elétrico, rua de fogo e mosaico

Enrico Bruno/UOL Esporte

Horas antes da partida, a torcida americana já comemorava o acesso e possível título nos arredores do Horto. Um trio elétrico foi instalado na Rua Pitangui, mesmo local onde o ônibus da delegação foi recebido com fogos de artifício e sinalizadores. Dentro do estádio, um mosaico também foi exibido pela torcida.

América começa tímido e melhores chances saem nos acréscimos

O América começou a partida tomando iniciativa, mas pouco conseguindo produzir. Apesar de pouco ameaçado, os melhores momentos apareceram só no final do primeiro tempo. Aos 44 minutos, os anfitriões pediram pênalti em cima de Bill, que recebeu um contato dentro da área, mas a arbitragem mandou o jogo seguir.

Nos acréscimos, Ruy carimbou o travessão de Edson. Pouco depois, Luan recebeu em condição legal dentro da pequena área, mas sua finalização acertou a rede pelo lado de fora. No último lance antes do intervalo, Ruy experimentou mais uma vez de longe e tirou tinta da trave.

Coelho passou 70 minutos como vice até sair o gol do título

O torcedor do América precisou de pouco mais de 15 minutos para descobrir que o Internacional não iria tropeçar diante do Guarani dentro do Beira-Rio. Na condição de vice-campeão ao fim do primeiro tempo, o Coelho voltou do intervalo pressionando, chegando com perigo por duas vezes nos primeiros dois minutos.

O drama continuou por mais algum tempo até que o alívio veio aos 20 minutos, com o capitão Rafael Lima, aproveitando a sobra no escanteio e explodindo o Independência de alegria. Depois de 70 minutos na segunda colocação, o Coelho voltava ao topo. O placar de 1 a 0 permaneceu até o final e foi o suficiente para o América erguer a taça da Série B.

Jogo do título teve recorde de público do novo Independência

Enrico Bruno/UOL Esporte

Nem mesmo as recentes partidas da Libertadores ou os grandes jogos do Atlético-MG pelo Brasileirão conseguiram bater o público do Independência deste domingo. Dos 22.800 ingressos vendidos antecipadamente, 22.481 pessoas rodaram as catracas do Horto, superando as 22.411 que compareceram ao título mineiro conquistado pelo Galo neste ano, o maior público do novo Independência até então. Para se ter ideia, a média americana até a sua última partida em casa na Série B era de 4.269 torcedores.

AMÉRICA-MG 1x0 CRB-AL

Motivo: 38ª rodada, Brasileiro da Série B
Data/Hora: 25/11/2017, às 17h (de Brasília)
Local: Independência, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP/FIFA)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (SP/FIFA) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP/CBF)

GOL: Rafael Lima, 20'2ºT (1-0)
Cartões amarelos: Juninho (AME); Neto Baiano, Edson Ratinho, Flávio Boaventura (CRB)
Cartão vermelho: Não teve.
Público/Renda: 22.481 torcedores/R$98.353,00.

América-MG: Fernando Leal; Norberto, Messias, Rafael Lima e Giovanni; Juninho, Ernandes e Ruy (Zé Ricardo, 28'2ºT); Felipe Amorim (Renan Oliveira, Intervalo), Luan e Bill. Técnico: Enderson Moreira.

CRB: Edson Kolln; Marcos (Marion - 23'2ºT), Flávio Boaventura, Adalberto; Edson Ratinho, Olívio, Rodrigo Souza (Tony - 23'2ºT), Diego, Chico, Yuri; Zé Carlos (Neto Baiano, 42'1ºT). Técnico: Mazola Júnior.

UOL Cursos Online

Todos os cursos