Em carta, presidente do Coritiba detalha crise financeira do clube

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL

  • Reprodução/TV Coxa

    Presidente Samir Namur comentou situação financeira do Coxa em carta

    Presidente Samir Namur comentou situação financeira do Coxa em carta

O presidente do Coritiba, Samir Namur, voltou a detalhar para os sócios do clube a grave situação financeira que encara na gestão do Alviverde. Definida por ele mesmo como "tragédia administrativa", a crise financeira tem agravante com o volume de acordos trabalhistas e cíveis que o clube se viu obrigado a fazer: R$ 9.704.227,00 em pagamentos por processos antigos. Segundo Namur, o valor é equivalente a 10% da receita anual e metade da folha de pagamento prevista para a temporada.

Na carta, Namur ainda rebateu críticas quanto à montagem do elenco para 2018: "Sempre que surge o tema finanças (que normalmente é associado à política do Coritiba), os primeiros argumentos do torcedor são: 'Todo clube tem dívida, precisamos gastar com futebol' e 'candidataram-se já sabendo que a situação do Coritiba era essa'. O primeiro deles esconde um grave erro conceitual e grande risco para o futuro, pois não pagar as contas atuais e não administrar a dívida existente onera cada vez mais o clube, que aos poucos vai se inviabilizando."

O presidente ainda prosseguiu: "Já o segundo, apesar de verdadeiro, omite o fato de que todas as últimas gestões falharam em gerir adequadamente as finanças (previram gastos maiores que podiam, contrataram e não pagaram, deixaram de pagar impostos, etc.)". Namur ainda disse que o plano de equilibrar as finanças do clube será "cumprida com rigor" até 2020, quando acaba sua gestão.

A carta ainda cita vários jogadores que passaram pelo clube em gestões anteriores e têm ações contra o Coxa, como os zagueiros Escudeiro e Demerson, os atacantes Zé Love, Keirrison e Rafinha e os técnicos Pachequinho e Paulo Cézar Carpegiani.  

Em campo, o Coritiba é o quinto colocado após cinco jogos na Série B, com 10 pontos, um a menos que o Paysandu, que abre o G4-B. No sábado, o Coxa encara o Boa Esporte (20º) em Varginha.

UOL Cursos Online

Todos os cursos