UOL Esporte Campeonato Brasiliense
 
01/05/2010 - 07h01

Brasiliense vê hegemonia ameaçada e tenta evitar título inédito do Ceilândia

Filipe Grecco
Em São Paulo

A maior hegemonia da história do futebol Candango pode chegar ao fim na tarde deste sábado. O Brasiliense enfrenta o Ceilândia, às 16h (de Brasília), no estádio Serejão, em Taguatinga, precisando vencer por dois ou mais gols de diferença para evitar o primeiro título do rival e evitar ficar sem o troféu que conquistou nas últimas seis edições da competição.

O BRASILIENSE NO TWITTER

Apesar da missão do Brasiliense ser um tanto quanto difícil, o retrospecto da equipe na conquista do Hexacampeonato faz com que a equipe tenha bastante esperança em reverter a desvantagem. Em apenas duas, seis vezes que levantou o troféu, o time de Taguatinga não venceu a partida decisiva por dois ou mais gols de diferença. Em 2004, quando bateu o Gama por 1 a 0, e em 2006, ao empatar com o maior rival em 0 a 0.

Porém, o retrospecto entre as duas equipes na competição não deixa o Brasiliense tão confiante assim. Contando com a primeira partida da final, os times se enfrentaram cinco vezes, sendo um empate, duas vitórias para o Ceilândia, e duas para o clube de Taguatinga, que conquistou o resultado que precisa neste sábado somente no segundo duelo entre os dois, no estádio Abadião, dia 17 de fevereiro, ao ganhar por 3 a 0.

O elenco do Brasiliense está preocupado em entrar para a história como o time que quebrou a hegemonia da equipe. Preocupado em esconder do adversário se vai entrar com uma formação mais ofensiva ou manter a base que usou durante todo o campeonato, o técnico Roberto Fernandes voltou a adotar a tática do mistério e fechou os portões nos dois últimos coletivos.

O único problema do técnico Roberto Fernandes para a grande decisão é o atacante Vanderlei, que sente uma lesão muscular, mas como se trata de uma final quer fazer um esforço e jogar no sacrifício. Caso não tenha condições de jogo o experiente Aloísio Chulapa entrará em seu lugar. Para o volante Juninho, o time assimilou a derrota e está confiante em reverter o placar.

"Não vamos baixar a cabeça nunca. Claro que ficamos magoados, chateados, mas já tivemos o tempo certo para expressar este sentimento na conversa que tivemos. Cada um fez a sua auto-crítica e sabe o que tem que melhorar. Só temos que pensar que vamos reverter a situação", disse o volante Juninho ao site oficial do clube.

Já no Ceilândia o veterano atacante Dimba, teve seu julgamento adiado pela terceira vez no Tribunal de Justiça Desportiva do Distrito Federal (TJD-DF) e, com isso, pode ser o capitão da equipe e ter a chance de levantar o troféu de campeão. Na defesa, o zagueiro Celso continua na vaga Panda, punido pelo TJD-DF. Na lateral esquerda, Willian retorna ao time, assim como o volante Daniel, que estavam suspensos no último jogo.

BRASILIENSE X CEILÂNDIA

Data: 01/05/2010 (sábado)
Horário: 16h (de Brasília)
Local: estádio Serejão, em Taguatinga
Árbitro: Alexandre Andrade
Auxiliares: Ênio Carvalho e José Reinaldo

Brasiliense
Guto; Cicinho, Juliano, Dezinho e Edinho; Pedro Ayub, Juninho, Thiaguinho e Iranildo;
Bebeto e Aloísio (Vanderlei)
Técnico: Roberto Fernandes

Ceilândia

Edinho; Edimar, Badhuga, Celso e Diogo; Vieira, Daniel, Allan Delon e Willian; Cafú e Cássius
Técnico: Adelson de Almeida

 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host