UOL Esporte Campeonato Brasiliense
 
01/05/2010 - 18h09

Com gols de veteranos, Ceilândia é campeão do DF pela primeira vez

Do UOL Esporte
Em São Paulo

O Ceilândia quebrou uma hegemonia que já durava seis anos do Brasiliense no campeonato do Distrito Federal e conquistou neste sábado o título estadual, o primeiro da sua história de 30 anos. O Gato, como é conhecido o Ceilândia por sua torcida, confirmou a conquista ao empatar em 2 a 2 com o Brasiliense no Serejão, em Taquatinga, cidade satélite de Brasília.

A festa foi comandada pelo rodado atacante Dimba, que teve seu julgamento no Tribunal de Justiça Desportiva do DF adiado pela terceira vez nesta semana para que pudesse jogar a final como capitão do Ceilândia. Foi ele que fez o primeiro gol da equipe, que podia perder por até um gol de diferença. Por uma confusão com Juninho, o artilheiro ainda foi expulso a cinco minutos do fim do jogo. Não menos rodado, Allan Dellon fez o gol do título.

O ex-meia do Vitória, aliás, foi o grande nome do Ceilândia na conquista do título. No primeiro jogo, em Ceilândia, Allan Dellon já havia marcado dois gols e dado uma assistência na vitória por 3 a 1 que garantiu ao Gato a vantagem de poder perder por um gol de diferença a decisão. O Brasiliense, com melhor campanha, precisava vencer por dois gols.

O retrospecto do Jacaré garantia que a meta não era difícil. Nos seis títulos em sequência, em quatro o Brasiliense havia vencido o jogo final por dois ou mais gols de diferença.

Jogando melhor, o Brasiliense chegou a ficar perto do título. Abriu o placar no primeiro tempo em lance em que Bebeto, principal nome da equipe, teve espaço e chutou para o gol. A bola desviou em Aloísio Chulapa e entrou. O árbitro Alexandre Andrade deu o gol para o ex-jogador do São Paulo.

Na segunda etapa, Aloísio devolveu a ajuda. Fez boa jogada pelo meio e serviu Bebeto, que driblou o goleiro e empurrou para as redes. Comemorou chorando, emocionado. Iranildo, por sua vez, comemorou dando um tapinha no rosto de Dimba. Uma confusão foi armada, mas o atacante do Ceilândia levou na brincadeira a provocação e ninguém foi punido.

A comemoração durou pouco mais de 10min. Dimba aproveitou rebote de Guto e descontou. Depois, foi Allan Dellon, que pegou sobra de bola e fez o gol do título. Antes do final do jogo, além de Dimba e Juninho, Bebeto também foi expulso, por pisar na cabeça de um adversário.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host