UOL Esporte Campeonato Catarinense
 
08/04/2010 - 14h35

Visando título Estadual, Chamusca pede para o Avaí manter "espírito guerreiro"

Do UOL Esporte
Em São Paulo

De forma heróica, o Avaí conseguiu uma importante vitória na noite da última quarta-feira, ao bater o Metropolitano, por 2 a 1, com um gol aos 47min do segundo, e garantiu o primeiro lugar na fase de classificação. Satisfeito por conquistar o objetivo traçado, o técnico Péricles Chamusca já foca na conquista do título estadual e, para isso, quer que a equipe mantenha o espírito guerreiro.

O AVAÍ NO TWITTER

“A gente está focando em fazer sempre o nosso resultado, eu falei para os atletas e é o pensamento nosso. Não dá para ficar escolhendo, pois a gente tem o objetivo de ser campeão, então que venha o Brusque. Vamos trabalhar para manter o nosso espírito guerreiro, nossa qualidade e continuar com este nível que estamos mostrando nas apresentações para que a gente conquiste a nossa próxima meta que é chegar a final”, declarou o treinador.

O destaque nas últimas duas últimas vitórias do Avaí foi o atacante Vandinho, que marcou os dois gols na partida da última quarta-feira, e três tentos no duelo ante o Hermann Aichinger. Por conta disso, o atacante Leonardo passou a ser mais cobrado pelos torcedores, mas o jogador espera que nesta fase final possa conquistar a confiança da torcida.

“Eu tenho a confiança da comissão técnica, da diretoria, que apostam bastante em mim. Mas a torcida é mais complicado porque eles não entendem que tem dois jogadores de área jogando juntos e as vezes você erra um passe e eles já começam a gritar Roberto (outro atacante da equipe). Eu estou aprendendo a conviver com isso, estou amadurecendo bastante, estou feliz, e vou dar a volta por cima para conquistar a confiança do torcedor”, explicou Leonardo.

Situação semelhante em seu início no Avaí viveu o goleiro Zé Carlos, hoje titular absoluto da equipe e um jogador muito bem visto pelos torcedores. Porém, o arqueiro não se abalou com as críticas e xingamentos vindos da arquibancada, deu a volta por cima e disse que quer dar muitas alegrias para a torcida.

“No início aqui foi muito complicado, até porque eu era de uma equipe rival e tinha dado uma declaração que os torcedores não aceitaram muito bem, quando eu entrava para aquecer as pessoas me chamavam de cachaceiro, mas o mais importante foi que eu fui passando confiança ao torcedor, graças a minha dedicação e ao meu trabalho. Espero conseguir retribuir toda essa confiança dando mais alegrias ao clube e à torcida”, desabafou o goleiro.

O elenco do Avaí se reapresenta na tarde desta quinta-feira, no estádio da Ressacada e quem esteve em campo na noite da última quarta-feira vai realizar apenas um treino regenerativo, para recuperação muscular. O restante do grupo faz um trabalho com bola, comandado pelo técnico Péricles Chamusca, já visando o duelo do próximo sábado, às 18h30 (de Brasília), contra o Brusque.

 

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host