Chapecoense cede empate com um a mais e perde 100% no Catarinense

Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação/Chapecoense

    Time de Vagner Mancini jogou a maior parte da partida com um atleta a mais

    Time de Vagner Mancini jogou a maior parte da partida com um atleta a mais

Com um jogador a mais, a Chapecoense cedeu empate ao Almirante Barroso por 1 a 1 na noite deste sábado (4), na Arena Condá, e perdeu o aproveitamento de 100% no Campeonato Catarinense. Resultado que fez com que parte dos torcedores vaiasse jogadores e o técnico Vagner Mancini.

"Sobre as vais, vou ser sincero. Eu estava tão focado no final do jogo que eu não ouvi. O torcedor entende que não fizemos uma boa partida, mas o apoio tem sido muito bom. O que eu vi, foram muitos torcedores aplaudindo o time", comentou o treinador.

Túlio de Melo abriu o placar de cabeça para a Chape no início do segundo tempo, mas Pedro Hulk empatou para os visitantes aos 36 minutos com um belo gol. 

A partida ficou marcada por uma expulsão polêmica de Robenval, do Almirante, que recebeu cartão vermelho direito ainda aos 29 minutos da etapa inicial.

"A gente subiu no resultado. Em casa com um jogador a mais isso não pode acontecer, a gente sabe que é um grupo em formação, mas dois pontos assim não podemos perder em casa", avaliou o zagueiro Douglas Grolli, ao Premiere SporTV, após o tropeço. 

Com o resultado, a Chape vai a 7 pontos em três rodadas do Catarinense, segue na liderança provisória, mas pode ser ultrapassada pelo Avaí - que tem duas vitórias em duas partidas e joga fora de casa contra o vice lanterna Tubarão neste domingo (5). 

UOL Cursos Online

Todos os cursos