UOL Esporte Campeonato Cearense
 
18/04/2010 - 18h26

Ceará bate Guarany, vence 2º turno e joga final do Estadual contra Fortaleza

Do UOL Esporte
Em São Paulo

Com gol de Geraldo, o Ceará venceu o Guarany de Sobral por 1 a 0 e sagrou-se campeão do segundo turno do Campeonato Cearense, classificando-se para a final do estadual contra o Fortaleza.

No primeiro turno o Guarany também havia chegado à final e após estar vencendo por 4 a 1, deixou o Fortaleza empatar e superá-los nos pênaltis.

Ao fim da partida deste domingo, no Castelão, os atletas do Ceará, em lágrimas, comemoraram muito a classificação para o jogo decisivo, deram volta olímpica e evocaram as dificuldades passadas durante o torneio como um dos motivos para o choro de alívio.

As finais serão jogadas em duas partidas nos próximos domingos, dia 25 de abril e 2 de maio.

O jogo

O CEARÁ NO TWITTER

No primeiro tempo, ainda que o time do Guarany tenha entrado apático, sem ímpeto ofensivo algum, o Ceará tampouco foi pra cima e se preocupou unicamente em não deixar seu adversário jogar.

De forma que numa partida em que ambas as equipes se estudavam em campo, as emoções vieram em contra-ataques. Se Misael e Michel perderam gols incríveis na oportunidade que tiveram, o mesmo não pode ser dito do meia Geraldo.

Em cruzamento de Misael pela direita, a bola passou pelo goleiro Jefferson e chegou ao outro lado da área, onde o defensor Thiago Granja chegou embolado com Geraldo, que não perdoou e colocou pro fundo da rede.

Jean, do Guarany, resumiu bem o espírito de sua apática equipe no primeiro tempo. “Ninguém jogou nada. A gente entregou as bolas pros caras, proporcionou contra-ataque a toda hora.”

No segundo tempo, a equipe de Sobral voltou com muito mais gana para o campo e foi melhor que o Ceará, que, no entanto, em seu pior momento, conseguiu um pênalti a seu favor.

Misael avançava pela ponta, viu Geraldo no meio da área e fez o cruzamento, que Garrinchinha tentou cortar dando um carrinho. Mas a bola bateu em seu braço e o juiz não perdoou.

Só que o camisa 10 Geraldo, na hora da cobrança, arriscou a famosa paradinha, que em tentativa um tanto quanto equivocada, fez com que o meia cobrasse à meia altura, no jeito para Jefferson fazer a defesa.

Ainda assim, o Ceará conseguiu manter seu padrão defensivo e a equipe do técnico Paulo César Gusmão chegou ao fim da partida conseguindo atingir seu objetivo, não tomar gols e alcançar a classificação para a final.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host