! Egito faz protesto oficial na Fifa por pênalti em jogo contra o Brasil - 16/06/2009 - UOL Esporte - Futebol
UOL Esporte Futebol
 
16/06/2009 - 08h47

Egito faz protesto oficial na Fifa por pênalti em jogo contra o Brasil

A Fifa recebeu um protesto oficial da seleção do Egito nesta terça-feira sobre a decisão de Howard Webb, árbitro da partida contra o Brasil, em marcar um pênalti no final da partida de estreia das equipes da Copa das Confederações. Após cobrança de falta, o defensor egípcio Ahmed Al Muhamadi cortou a finalização de Lúcio com o braço, recebeu cartão vermelho e, de pênalti, Kaká definiu a vitória brasileira por 4 a 3.

"O problema da reclamação é sobre o processo que levou à decisão de confirmar o pênalti e mostrar o cartão vermelho. Nós iremos receber um documento durante o dia", explicou Nicolas Maingot, representante da Fifa.

Após evitar o gol do Brasil com o braço, Muhamadi foi ao chão simulando ter levado uma bolada no rosto. No primeiro momento, o juiz inglês marcou escanteio, mas apontou a penalidade em seguida e expulsou o defensor. A seleção do Egito reclama que o quarto árbitro da partida usou o replay na televisão para avisar Howard Webb sobre o lance.

"A reclamação é sobre o processo de tomada de decisões", disse Maingot. Dunga apoiou o fato de o quarto árbitro ter interferido no lance e disse estar de acordo com interferências em certos tipos de lance. "Eu penso que é necessária a contribuição em jogadas como essas. E acho que o árbitro deveria ter visto que não tinha nenhuma marca no rosto do jogador, por isso ele deve ter usado as mãos".

Maingot também disse que não há um movimento para que o Egito boicote o seu próximo jogo pelas Copa das Confederações. "Não ouvi nada deste tipo ainda", encerrou o representante da Fifa. A seleção egípcia irá enfrentar a Itália na próxima quinta-feira, às 15h30 (horário de Brasília).

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host