! Dunga aprova novo fôlego do Brasil e já inicia segundo ciclo de descanso - 18/06/2009 - UOL Esporte - Futebol
UOL Esporte Futebol
 
18/06/2009 - 14h25

Dunga aprova novo fôlego do Brasil e já inicia segundo ciclo de descanso

Eleito o maior inimigo brasileiro no início da Copa das Confederações, o cansaço foi contornado pela seleção nesta quinta-feira, diante dos Estados Unidos, em Pretoria. Mas isso só foi possível, segundo a comissão técnica, com as quatro novidades entre os titulares na vitória por 3 a 0 sobre os norte-americanos. No fim do duelo, inclusive, Dunga começou outra etapa de descanso a jogadores importantes.

AFP
Dunga lamenta gol perdido durante vitória brasileira sobre EUA por 3 a 0, em Pretoria
LUÍS FABIANO SEM PRESENTE
RAMIRES APROVEITA CHANCE
BRASIL VENCE EUA POR 3 A 0
VEJA FOTOS DA PARTIDA
Maicon, Miranda, André Santos e Ramires receberam a oportunidade de atuar desde o começo do jogo no estádio Loftus Versfeld. A equipe foi para o intervalo vencendo por 2 a 0 e na etapa final não teve a mesma queda física apresentada diante dos egípicios, na estreia. Assim, não foi vazada e ainda selou a vitória com o terceiro gol, sem maiores sustos.

"Colocamos alguns jogadores que não vinham atuando e tinham mais energia. Isso facilitou bastante, assim como a forma como atuamos. Nossa situação fisiológica também mudou, o organismo dos jogadores já se acostumou ao fuso-horário e todos puderam se alimentar e descansar melhor nos últimos dias", opinou Dunga.

Com a presença das novidades, o treinador pôde dar descanso a Daniel Alves, Juan e Elano. Os três atuam na Europa e vêm de final de temporada. Kléber, por sua vez, deu lugar a André Santos por questão tática, de acordo com o treinador.

Graças ao bom desempenho contra os Estados Unidos e ao fato de estar vencendo por 3 a 0 antes dos 20min do segundo tempo, Dunga ainda aproveitou para antecipar o repouso de três titulares absolutos: Lúcio, Kaká e Luís Fabiano foram substituídos na etapa final.

"Assim como na outra partida [diante do Egito], as substituições foram para dosar jogadores para deixar a equipe o mais inteira possível para o próximo confronto. O Kaká e o Lúcio participaram de todos os jogos com a seleção [desde o jogo contra o Uruguai], enquanto o Luís Fabiano estava com uma dor de garganta", explicou.

Diante dos egípcios, os substituídos durante o triunfo por 4 a 3 foram Elano, Robinho e Kléber. Novamente, a única exceção foi o lateral-esquerdo do Internacional, que deu lugar a André Santos na estreia por questões táticas/técnicas. Os dois alas atuam no futebol brasileiro e estão no meio da temporada.

Mas apesar da estratégia já cumprida, Dunga não descarta poupar mais titulares diante da Itália, neste domingo, novamente em Pretoria. "Para o próximo jogo teremos que fazer os testes novamente para ver quem está mais desgastado e quem se recuperou mais rápido."

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host